Dados namoro

Variedade de Alianças de Namoro em Prata ou Ouro. Fazemos todos os modelos de Alianças de Namoro em Ouro de 9k ou 19,2k. Personalize as suas Alianças de Namoro ao seu próprio estilo. Em Namoro Virtual você tem a possibilidade de conhecer os mais bonitos e sensuais usuários e entrar em contato direto com a pessoa que mais gostou. Desfrute do acesso à nossa base de dados com milhares de utilizadores e junte-se a uma grande comunidade de pessoas que procuram um namoro virtual! Em Namoro Virual você vai encontrar muita ... Amazon expõe dados íntimos de atrizes de site de pornografia O impacto do vazamento destes dados na vida de quem teve seus dados pessoais publicados pode ser enorme ... Ao comparar essa ferramenta de namoro com outros aplicativos, você descobrirá que esse aplicativo de namoro segue uma abordagem tradicional. Ele emprega um algoritmo para encontrar a combinação perfeita. É por isso que não hesitamos em contá-lo entre os dez principais aplicativos de namoro para adolescentes. Dados Estatísticos A universidade é considerada um período transicional que tem sido marcado por atos de violência (Gama, 2016). De acordo com Karakurt, Keiley e Posada (2013), citado por Antunes (2016), a violência no namoro ocorre com uma maior frequência nos estudantes universitários, em comparação com a restante população. apenas foram analisados os dados dos/as jovens que responderam que tinham ou já tinha m tido alguma relação de namoro, o que corresponde a uma percentagem de 70% (3464 jovens). Seus dados 100% seguros. Casamento e Vida a Dois. ... Algumas pessoas acham que é impossível, mas existem maneiras de fazer com que o namoro à distância funcione. Muito do desenvolvimento dele se resume às duas pessoas envolvidas e como elas lidam com a situação. Existem vários tipos de relacionamentos à distância, como os virtuais. nomeadamente, nas relações de namoro. A partir dos dados deste estudo, compreende-se que 24% dos/as jovens legitima a violência sexual nas relações de namoro. 36% legítima pressionar para beijar à frente dos/as amigos/as, sendo que 47% dos que o afirmam são do sexo masculino e 27% do sexo feminino. Cada estado não tem o mesmo nível de bancos de dados criminais. Por exemplo, Colorado, Minnesota, Idaho, New Mexico, Virginia, West Virginia, Maryland, District of Columbia e Delaware exigem buscas adicionais de bancos de dados além da pesquisa nacional de banco de dados criminais por causa de como esses estados divulgam dados. Os dados foram recolhidos através de um inquérito por questionário constituído por três partes: questionário sociodemográfico, Inventário de Conflitos nas Relações de Namoro entre Adolescentes (CADRI) e Escala de Atitudes

Ciúmes pelo meu melhor amigo vem me destruindo dia após dia.

2020.09.16 07:02 Wide-Training8486 Ciúmes pelo meu melhor amigo vem me destruindo dia após dia.

Tenho 27 anos e faz 4 anos que não namoro. Todos meus namoros terminaram por traição por parte da garota, e isso ter sido em TODOS meus namoros acabou gerando uma culpa em mim, fazendo me sentir frustrado e desinteressante. Tinha 2 amigos e perdi meu melhor amigo que não fala comigo(pessoalmente) já a alguns meses (por motivo nenhum????) e apenas um amigo ainda joga comigo pelo PC. Não tenho muitos amigos, então boa parte das vezes jogamos apenas em duo. Esse meu amigo recentemente conheceu um outro cara legal que passou a jogar com a gente e eles tem se dado muito bem ate que as vezes ele sai de um jogo comigo pra jogar com o outro amigo e me deixa abandonado. Novamente aquele sentimento volta, não sou interessante nem mesmo pra manter uma relação de amizade com alguém que já esteve comigo por anos?? Sofri com depressão minha vida toda, sempre estou sozinho, tenho uma fobia social tão ridícula a ponto de evitar sair de casa ate mesmo com amigos de infância. Não sei mais o que fazer, todo mundo sempre me abandona, por mais que eu tente, lute, aprendi a gostar de coisas novas para manter amizades e mesmo assim sempre fico pra trás. Suicídio já passou por muitas vezes na minha cabeça como tem passado durante essa quarentena inteira e jogar com esse amigo era como uma terapia pra mim, agora abandonado já a alguns dias não tenho coragem de me abrir sentimentalmente (como amigo) para pedir ajuda a este amigo que aos poucos já se afasta também. Não sei mais pra qual lado é a luz desse túnel ou se quer se há uma luz.
submitted by Wide-Training8486 to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 22:51 bloomorte Mesmo gostando muito dela, eu terminei.

Já tem uns dois meses que tomei a decisão de terminar o meu namoro de dois anos. O relacionamento não era uma maravilha, como qualquer um tinha seus altos e baixos, mas ela é linda e assim como eu gosta muito de videogames, passávamos os fins de semana jogando até cansar. O meu maior problema com ela era ciúmes em excesso, da parte dela. Tenham em mente que eu não sou nenhum exemplo de homão da porra não...moro com a minha mãe e meu irmão, não tenho vontade de morar sozinho tão cedo e nem de me casar (o que era um outro problema a parte que tínhamos), portanto eu mesmo não estou isento de ser problemático.
Sobre o namoro, ela fazia eu me sentir um criminoso - mesmo sem nunca ter feito nada de errado. Eu nunca vi uma pessoa tão insegura. Eu não precisava fazer nada para ela acusar que eu tinha interesse em fulana ou ciclana. A exemplo, uma vez a gente saiu junto, apareceu uma menina na fila do bar, ela começou a chorar porque disse que eu tava "secando a menina" e me fez levar ela embora. Outro exemplo é que esse ano comecei em um novo emprego, saí mais tarde por alguns dias e ela logo veio me atacar dizendo que eu tava saindo com alguém do trabalho. Eu não podia interagir com ninguém em rede social, se a gente saía eu tinha medo de olhar pros lados e ter que ficar ouvindo groselha depois. Se eu desse motivos entenderia, mas nunca fiz nada.
Com base em tudo isso, tentei terminar várias vezes, sem êxito porque ela dizia que ia se matar, mandava mensagens de adeus e me deixava maluco com medo de acordar com notícia dela ter tentado alguma besteira. Isso aconteceu uma vez, embora não tenha dado em nada. Tentei falar com a família dela, mas a mãe dela só dizia pra eu não desistir e dizia não ter condições de pagar um psicólogo.
Foi passando o tempo e eu mesmo comecei a me ver infeliz e desgastado. Ela e minha mãe começaram a brigar, minha mãe queria uma coisa e ela outra, mas ninguém se importava com o que eu queria. Teve momentos de constrangimento na família. Eu não queria mais buscá-la nos finais de semana, só queria ficar em paz, sozinho, jogando meus videogames no sofá sem ter que compartilhar meu espaço com ninguém. Isso foi ficando cada vez mais intenso, e ela foi percebendo. Passei a ser mais duro com ela, fui acostumando ela aos poucos de que não tava dando certo, reduzindo a frequência que a gente se via.
Com a pandemia eu vi que seria cruel terminar e deixar ela cheia de merda na cabeça sem poder sair pra lugar algum, ela basicamente passava as semanas esperando pra me ver e poder jogar comigo, já que ela não tinha computador em casa e a família dela é um pouco pobre. Juntei umas peças que tinha de um PC antigo e consegui montar um pra ela jogar em casa. Ela pegou uma parcela do auxílio emergencial e comprou um teclado e mouse, chorou de emoção por estar conseguindo montar um cantinho pra ela. E com o sentimento de ter deixado ela preparada para lidar com o luto, terminei. Ela não ameaçou mais se matar, mas vejo que ainda sofre muito.
Eu sinto saudades as vezes, de muitas coisas. Do cheiro, dos abraços, das brincadeiras.
Mas considerando que eu não me sentia feliz e que eu não consigo me ver casando com ninguém (muito menos com alguém que faça eu me sentir "preso"), achei que a melhor decisão foi deixá-la livre para ser feliz com outra pessoa. Eu vou ficar sozinho e não pretendo me relacionar nunca mais.
Se leu até aqui, obrigado!
submitted by bloomorte to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 13:44 JustCallMeLyraM8 GT DA BROTHERAGEM

GT DA BROTHERAGEM
/cc/
>eu tenho um amigo bem próximo
>amigo não
>ele é tipo um irmão
>amo aquele filho da puta
>vamos chamar ele de Maicão
>nos conhecemos no jardim da infância
>dividíamos o todynho e o biscoito passatempo no recreio
>bolachaéocaraio.mp3
>estudamos na mesma turma até a quinta série quando os pais dele se mudaram pra longe da escola
>ele continuava morando na mesma cidade, mas tava numa escola diferente
>ainda assim nos víamos todos os fins de semana
>nossas famílias se tornaram amigas também
>tudo era um mar de rosas até o final de 2004
>ano 2005
>entra uma aluna nova na minha turma
>o nome dela era Thais
>lembro como se fosse ontem do momento em que ela entrou na sala
>tudo parecia ter ficado em câmera lenta
>o sol batia nela
>o ventilador soprou seus cabelos
>ela marchava como uma égua manga larga do trote formoso
>paudureci naquele exato momento
>o foda é que eu tava em pé naquela hora e a primeira aula era de educação física
>short.gif
>todo mundo da sala começa a rir de mim e a gritar
>me chamaram de pau retrátil porque foi só a menina aparecer que ele subiu
>morri de vergonha naquela hora
>sentei na cadeira e pus a mochila no meu colo
>eu só queria sumir
>até a professora riu
>mas a Thais não
>ela sentou atrás de mim e disse pra eu não ligar pra eles e que eu ficava lindo com vergonha
>caraio vei não pude acreditar
>eu era tão tímido que pedi pra ir no banheiro na mesma hora e fiquei trancado lá até a hora do recreio
>quando o recreio chegou eu pus o dedo na goela na frente da sala dos professores
>acho que vomitei até meu intestino naquela hora
>comecei a dizer que tava passando mal
>os professores me liberaram da escola e fui pra casa mais cedo
>chego em casa e passo a tarde toda tendo fantasias masturbatórias com a Thais
>eu era tão beta quanto aqueles peixes de briga
>quando a noite chega eu corro pra casa do Maicão
>conto tudo pra ele feliz da vida
>Maicão fica feliz por mim
>brodagem.rar
>segue o jogo
>durante o resto do ano eu iria me aproximar cada vez mais da Thais e me afastar cada vez do Maicão
>ele dizia que ela tava me afastando dele mas eu discordava
>dizia que era coisa da cabeça dele
>o tempo passa
>a Thais é promovida à pitanguinha e a distância entre mim e meu brother ia aumentando cada vez mais
>um dia briguei feio com o Maicão quando ele disse que ela tava cmg só por conta do meu dinheiro
>eu não era rico, mas da escola eu era o mais bem de vida
>meu pai era o único que não tava preso e não trabalhava com drogas
>minha mãe não trabalhava na zona
>zoas ela trabalhava sim
>ela agenciava a tua mãe, aquela puta boqueteira
>zoas de novo, minha mãe era artista plástica
>um dia eu acabo falando pra Thais que o Maicão tava se sentindo escanteado
>ela começa a me dizer que era inveja do nosso relacionamento e que ele só queria nos separar
>acabo dando ouvidos a ela e brigando feio com ele
>putaquepariuqueburrice
>nunca devia ter dado ouvidos à ela
>foco no gt
>paro de falar com o Maicão e cada vez mais me entrego pra a Thais
>toda semana era cinema
>lanche na Mc Donald’s
>roupa na Marisa
>minha mesada começou a ser exclusivamente dela
>um belo dia recebo uma mensagem do Maicão dizendo que a Thais tava me traindo
>respondi mandando ele tomar no cu
>ja faziam uns 5 meses que eu não falava com ele e do nothing ele vinha com um papo desses
>ele disse que eu devia ficar atento aos sinais
>não dou a foda pro que ele diz e continuo o namoro
>na semana seguinte vejo ela com uma marca roxa no pescoço
>ela diz que tinha caído da escada
>eu disse que acreditei mas fiquei desconfiado
>nada me tirava da cabeça oq o Maicão tinha me dito
>procuro ele e conto oq aconteceu
>diferente de mim ele não era um filho da puta
>Maicão me ove e depois me conta tudo que sabia
>a Thais tinha vindo da escola em que ele estudava
>ela era conhecida como viúva negra na escola
>ela se prendia à um macho e sugava tudo dele até ele não ter mais nada
>sim, ela tmb sugava o pau
>não, ela não tinha sugado o meu ainda
>Maicão continua a história dizendo que tinha visto ela saindo da casa de um carinha que morava no mesmo bairro dele
>até aí não vi nada demais
>mas ele me disse que ela tinha dado um beijo na boca do cara na saída e quando virou de costas o cara deu um tapa na bunda dela
>ÉOQ?!
>aquela vadia não tinha nem sequer me deixado pegar na bunda dela ainda
>dizia que era só depois do casamento
>eu era beta betoso full +15
>ela me levava pra igreja todo domingo
>acreditava nela sem questionar
>caio no choro e o Maicão me consolou
>disse que eu não tava sendo um bom amigo mas que ele nunca deixou de me ter como irmão
>bolamos desmascarar ela juntos
>ela ia pra casa dele toda sexta de noite
>realizo que era a hora que a mãe dela saía de casa pra ir pro culto de oração da igreja
>caraio_como_sou_burro.jpeg
>chifre.rar
>no dia seguinte falo com a Thais como se nada tivesse acontecido
>ela diz que me ama
>digo que amo ela tmb
>caraio, eu queria matar ela ali naquela hora
>mas amava aquela desgraçada
>feelsbad.png
>sexta feira
>19h
>tava com o Maicão escondido na rua da casa dela
>avistamos a mãe dela saindo de casa
>corremos pra mãe e contamos a história
>mãe não acredita, mas topa ir com agnt até a casa do talarico
>19:30h
>Thais sai de casa com um short enfiado no cu
>pqp pra quê enfiar tanto ssaporra?
>tava tão fundo que ela devia ta sentindo do gosto dele
>seguimos ela de longe
>a vadia entra na casa do moleque
>nessa hora a mãe dela já queria matar ela, mas eu fiz ela esperar
>entrei dando um chutão na porta da frente
>queria pegar ela com a boca na botija
>e consegui
>infelizmente a botija em questão era a rola do cara
>ela tava engolindo o pau daquele moleque com uma facilidade absurda
>nem sua mãe consegue engolir minha piroca tão fácil
>foco no gt
>Thais leva um susto tão grande na hora que morde o pau do cara
>num ato reflexo por conta da dor o cara da um murro na cara de Thais
>ela cai no chão
>a mãe dela comeca a bater nela com uma havaianas e depois começa a arrastar ela pelos cabelos pra fora de casa
>a Thais é arrastada pela rua até chegar em casa
>racho o bico com a cena como mil hienas comemorando a morte do Mufasa
>peço perdão pro Maicão pela cagada que fiz
>Maicão diz que fui um idiota, mas que era o irmão dele e que nada iria nos separar
>dois dias depois Thais chega na escola toda roxa
>tinha apanhado tanto que o conselho tutelar tirou a guarda dela da mãe
>ela chega perto e diz que quer falar CMG
>ignoro
>ela me puxa pelo braço, olha no meu olho e diz:
>como vc descobriu?
>digo que o Maicão me contou tudo
>ela diz que vai pra um orfanato hoje. Só foi na escola buscar sua transferência.
>Kkkkkjkkjjjk
>ela diz que eu posso rir agora, mas quem ri por último ri melhor. Disse também que nunca iria esquecer aquilo e que o Maicão iria pagar por ser x9
>puxo meu braço, dou as costas e vou embora
>ano 2016
>terminei a escola e faço faculdade
>Maicão faz o mesmo curso que eu e estudamos na mesma turma novamente
>full brothers +15
>desde o episódio com a Thais nunca mais tínhamos brigado
>trabalhávamos, tínhamos nossa independência
>tudo ia bem até recebermos o convite para uma festa que rolaria naquela noite
>eu e o Maicão dividiamos o apartamento agora
>o convite veio por baixo da porta dentro de um envelope
>open_bar.jpeg
>o envelope vinha com 2 pulseiras
>as pulseiras davam acesso à área vip da festa onde rolaria os alcoolismo
>ficamos relutante por um momento até abrirmos a carta
>a carta tava endereçada à mim e ao Maicão
>era uma letra de mulher
>não tinha muita informação só dizia que não deviamos perder a festa por nada e que lá tudo seria explicado
>não tinhamos nada à fazer então topamos
>22h
>party.time.jpeg
>logo de cara fomos recebidos por duas loiras peitudas que estavam de camisa branca
>ambas estavam dançando na entrada da festa enquanto se molhavam com uma mangueira
>séélococuzão.rar
>a festa tinha uma proporção de 4 depósitos para cada homem
>a cada dois homens, um era gay
>era tipo o plenário da câmara dos deputados só que ao contrário
>quando entramos no salão principal todo mundo virou pra a gente
>tipo aquela cena do universidade monstro
>as depósitos cochichavam entre elas
>pensamos que tinha algo errado conosco mas a vdd é que éramos os caras mais lindos dali
>na vdd nem éramos isso tudo, mas tínhamos rola e éramos heterossexuais
>feelsalpha.png
>fomos andando até a área vip
>a decoração da festa era cheia de fotos de uma depósito
>era uma ruiva 10/10
>a festa devia ser dela
>tive a impressão que ja tinha visto ela em algum lugar
>áreavip.gif
>a área vip era lotada de bebidas
>não tinha uma depósito abaixo de 8/10
>no buffet tinha camarão e lagosta
>mano do céu era a festa mais foda que eu ja tinha ido
>quando olho pro lado ta o Maicão atracado com uma mina
>dois minutos depois a mina larga ele e agarra outra mina
>ÉOQ?!
>aquilo tava parecendo um bacanal grego
>uma coisa no entanto me incomodava
>quem teria nos convidado?
>avisto a anfitriã da festa, aquela ruiva 10/10
>ela se aproxima de mim lentamente
>mano do céu, paudureci na hora
>só conseguia imaginar eu enfiando o pau tão fundo nela que quando eu terminasse ia ta na camada do pré-sal
>a calça aperta e ela percebe que estou preparado para o abate
>fico sem graça e tento disfarçar
>ela vem por trás de mim, ri e diz que eu fico lindo com vergonha
>gelei na hora
>caraio, era a Thais - pensei
>pergunto se ela era a Thais
>ela ri e me chama de idiota.
>diz que seu nome é Raquel
>caraio, ela nao tinha nada a ver com a Thais
>errei feio, errei rude
>pensei que tivesse estragado minha chance
>raciocinando com a destreza de um crackudo na fissura e digo:
>é porque thaislinda com essa roupa
>ela ri, eu rio, segue o jogo
>nessas horas eu nem sabia mais que existia um Maicão
>só pensava em mergulhar naquelas tetas magníficas
>na boa, se ela fosse minha mãe eu mamaria até hj
>quando olho pro lado o Maicão tava agarrado com duas ao mesmo tempo
>bodyshot.gif
>caraio o Maicão tava levando uma surra de peito na cara enquanto bebia e eu no 0x0
>me aproximo da ruiva já na maldade
>ela chega do meu lado
>põe a mão no meu ombro e fala na minha orelha direita:
>quem é esse teu amigo?
>poooooooooooorra.mp3
>o moleque ja tinha catado duas e agora ia catar a ruiva
>tive vontade de mandar ela se fuder, mas ele era meu brother, não podia prejudicar ele
>nenhuma depósito ficaria entre nós
>não deu nem 10 minutos do momento que disse o nome dele pra ela e ela ja tava agarrada nele
>a ruiva chupava a língua dele como se fosse o último picolé do verão
>avisto uma depósito 9/10 dançando sozinha
>penso em me aproximar, mas antes que eu chegue a ruiva puxa ela e põe na roda com o Maicão
>ja não entendia mais nada
>eu sempre pegava as depósitos +/10 do que ele e agora ele tava numa orgia de bocas e eu sem nada
>começo a beber
>realizo que ta na hora de baixar as expectativas
>avisto uma ananzinha 5/5 escorada no balcão
>me aproximo dela e pergunto se o pai dela era padeiro
>ela pergunta se era pq ela era um sonho
>eu digo que era pq eu queria comer a rosca dela
>sério que anã rabuda do carai
>a anã me dá um tapão e sai de perto
>vsf que festa merda do carai
>comecei a beber descontroladamente pra compensar a frustração
>dou em cima da garçonete
>a garçonete era uma trans
>ela me esnoba e vai embora
>vômito.rar
>caraio nem a mulher com rola me quis
>decido que hoje não é meu dia e que ta na hora de voltar pra casa
>procuro o Maicão pra ir embora cmg
>vejo ele entrando no carro com duas 1,5 depósitos
>pensei que ele tivesse indo pra um motel ou algo do tipo
>ele tava de mãos dadas com a ruiva e com a anã 5/5
>a ruiva olha pra mim, da uma risada e depois um xauzinho
>caraio que raiva daquela ruiva
>me esnobou e agora vai dar pro meu brother
>faço sinal pro Maicão que vou embora
>ele grita “Oklahoma”
>era nosso sinal secreto
>significava que ele ia realizar o ato de socação intra uterina e que eu não deveria incomoda-lo
>entendo o recado, dou meia volta e volto pra casa
>chegando em casa
>tudo girava por conta do álcool
>brinco um pouco com o o Visconde de Sabugosa até ele cuspir
>durmo
>no dia seguinte acordo com dor de cabeça, deitado no sofá
>percebo que tinham 537272717 chamadas não atendidas no meu celular
>todas do Maicão
>imagino todas as desgraças do mundo
>comeco a ligar de volta mas ele nao atende
>recebo uma ligação de um número desconhecido no meu celular
>é uma mulher
>ela ria descontroladamente
>disse que estava na festa o tempo todo me observando
>pergunta se a noite foi boa e se eu peguei alguém
>mando ela tomar no cu e digo que peguei a mãe dela
>ela racha o bico e diz que é impossível pq a mãe dela foi a primeira a pagar oq devia
>gelei na hora
>reconheci a voz
>era a Thais
>ela começa a contar seu plano do mal
>diz que foi parar num orfanato depois daquele episódio
>que apanhou muito da família onde foi parar mas a família era podre de rica
>a família produzia festas tipo o tomorrowland
>viajaram pra fora do país e levaram ela junto
>disse que por muito tempo quis se vingar mas a família não dava a foda
>dois meses atrás a família tinha morrido num acidente de carro e ela ficou como única herdeira
>ela pôs como meta de vida concluir a vingança que passou anos arquitetando
>disse que a festa foi planejada por ela
>que todas as depósitos da área vip foram contratadas por ela baseadas no meu tipo de mulher
>pergunta como me senti não pegando ngm e vendo o meu “amiguinho” catando todas
>respondo que a vingança dela era uma merda e que tava feliz pelo meu brother
>ela racha o bico e diz que a vingança dela não era me deixar sem pegar ngm
>ela queria se vingar dele por ele ter dedurado ela
>pergunto qual vingança há em encher a rola dele de depósito
>você verá - ela me disse
>desligo o espertofone e percebo que chegou uma mensagem do Maicão no oqueapp
>faz uma semana que o Maicão toma mais coquetel que o Amaury Jr.
pica relatada da mensagem
https://preview.redd.it/9o5g9y8ep3n51.jpg?width=1080&format=pjpg&auto=webp&s=3dbefd7c59d10e7b40b9168ddac79176762f8591
submitted by JustCallMeLyraM8 to gtsdezbarradez [link] [comments]


2020.09.12 17:23 NaomyChan Oii Luba, turma, editores, gatas e todo tipo de coisa que pode estar vendo ou lendo isso. Essa é a história de como um ex meu ficou obcecado por mim. (Essa história pareci de um nice people, mas não rola xingamento, então não sei como identificar kk)

(Vamos um pouco pro passado, inicio do ano em fevereiro) Antes de a gente começar a namorar com ele, eu conheci uma menina ( vamos chamar ela de Rainara) e queria muito fica com ela, porém ela tava namorando, mas tinha dito que se a gente se encontrasse de novo nos poderíamos ficar se eu quiser se, logico que eu aceitei, como na época esse cara o Cars era meu melhor amigo, eu contei pra ele. (Se passou, agora em Julho) Eu era muito próxima do Cars, e ele começou a gostar de mim e me pediu em namoro, eu aceitei porque achei que gostava ele, umas semanas depois, eu tava percebendo que eu tava gostando da Rainara de um jeito diferente, ai eu me toquei que eu gostava do Cars como amigo e senti a algo mais pela Rainara. Terminei o namoro com ele. (Agora vamos pra, quinta feira agora, dia 10 de setembro) Eu pedi a Rainara em namoro e ela aceitou, no dia seguinte eu coloquei que tava namorando nos status e o Cars veio encher meu saco. (Hoje dia 12 de setembro rolo o seguinte dialogo, copiei a conversa do WhastApp mesmo porque é mais fácil como ele digita palavra por palavra eu tive que da meu jeito pra n fica tão longo) [02:55, 12/09/2020] Ser Insuportável: Vc Foi Desleal A mim Se era Afim Dela Não tinha Aceitado Namorar Cmg Como dizia Me amar Amando Outra Isso Tudo So por não estou ai Olha so Fassamos assim estou disposto a esquecer tudo isso apenas volte pra mim e vamos retomar um futuro que ainda temos pela frente
[08:55, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Vc sabe q tem como gostar de 2 pessoas ao mesmo tempo neh? No caso n é só pq você não ta aqui. Entenda EU TO NAMORANDO
[10:33, 12/09/2020] Ser Insuportável: Otimo Entt Pq Não nos 3?
[10:34, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Pq eu n gosto mais de vc? Entenda
[10:34, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Eu n gosto mais de vc
[10:39, 12/09/2020] Ser Insuportável: Mentira Isso E mentira E vc sabe So ta dizendo isso Pra que eu pare de insistir Mas não vou Pq eu te amo Quem ama cuida protege da carinho e nunca abandona Não faz isso cmg vey porfv volta pra mim🥺❤️ Quando nunca mais Achei Que fosse Feliz
[10:43, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Cara
[10:43, 12/09/2020] Ser Insuportável: Deus te colocou
[10:43, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Vai te fude
[10:43, 12/09/2020] Ser Insuportável: Na Minha
[10:43, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Entende
[10:43, 12/09/2020] Ser Insuportável: Vida
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: EU NÃO TE QUERO MAIS, EU NÃO GOSTO DE VOCÊ, EU NÃO TE AMO MAIS
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Entende
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: EU TO FELIZ NAMORANDO UMA GAROTA INCRÍVEL
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Entende isso
[11:10, 12/09/2020] Ser Insuportável: Mentiraaaaaaaaaa Pohaaaaaaa Para de mentir Pra mim Vc me ama Se Não amasse não teria me dado uma oportunidade
[11:10, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: desculpa
[11:10, 12/09/2020] Ser Insuportável: E vc que não entende isso
[11:11, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: mas acho q ta confundindo as coisas
[11:11, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não
[11:11, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não to
[11:11, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: como eu tinha falando antes, EU CONFUNDI AMIZADE COM AMOR, EU NÃO QUERO VOCÊ MAIS, EU TO NAMORANDO COM UMA GAROTA, entende as coisas! Não se confunda, se tu acha q é mentira o trem deu ta namorando eu te mando print deu pedindo ela em namoro
[11:13, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: entende cara: eu n quero vc
[11:14, 12/09/2020] Ser Insuportável: Olha eu posso ate se apaixonar por outra pessoa o que eu acho dificl e o coração obedecer Ele so pertence a vc Não vou deixar Vc Ir Eu amo vc e so quero vc Pra mim Não me peça para entender O impossível Mas eu peço para você compreender que eu te amo e eu não quero te perder
[11:16, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: cara só supera
[11:16, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: e para de encher a porra do meu saco
[11:16, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: tu ta a quase 1 mês no meu pé
[11:17, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: já n aquento mais vc
[11:17, 12/09/2020] Ser Insuportável: Fala o que vc quizer Mas eu não vou Desistir Ja disse Não vou
[11:19, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: só para de manda msg
[11:19, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: agradeço
[11:20, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não Vou Para Vou mandar Ate Vc Perceber Que o unico Amor Da Sua Vida Sou eu
[11:22, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: O porra, para de ser obcecado por mim! Eu n gosto de vc!!
[11:23, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não dá sempre que eu penso em você meu coração dispara sempre que eu tô dormindo tô querendo contigo sempre quando eu não tô fazendo nada tô sempre pensando em você não dá para esquecer um grande amor
[11:23, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: cara vc ta parecendo um psicopata obcecado, isso ta mt estranho e tbm fica mais estranho ainda pq vc é maior de idade, velho só para, só me deixa em paz Ai eu dei um block Minha namorada mandou mensagem pra ele falando que era pra ele parar de me incomodar, se ele quiser se amizade tava tranquilo que ela não se importava, mas que ele confundiu as coisas, etc (a mesma ladainha que eu já tinha falado) ele foi e xingo ela de todos os nomes possíveis e falou que a culpa de eu e o Cars terminamos era dela, sendo que a culpa foi minha de confundir as coisa E esse é o fim, espero que ele não me procure mais. Tenha um bom dia Sr. Leitor ^^
submitted by NaomyChan to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.09 22:37 TiaSayu Fui babaca por humilhar minha mãe depois dela ter contado o noivado surpresa que meu namorado preparou?

Yo Mina, Daijobu deska? ♥
Hoje vou contar mais uma desgraça da minha vida e tentar rir com ela pq realmente, tá complicado...
Vim aqui desabafar uma coisa que anda me machucando a cada minuto que passa. Minha mãe sempre foi uma pessoa difícil de lidar... O temperamento dela nunca se deu bem com o meu, e isso já causou muitas brigas e discussões entre nós duas. Uma vez já postei aqui uma outra situação entre nós duas (Acho improvável que alguém se lembre, estava em outra conta na época, mas tentarei repostar para quem queira ler.)
Enfim, sem mais delongas, vamos direto ao desabafo... Semana que vem será meu aniversario de namoro (12/09) vamos completar dois anos de namoro e tudo corria bem. Estávamos preparando nossos presentes e eu estava ansiosa por mais um Level up na relação. Lutamos muito para seguir com esse relacionamento fantástico, e dou graças a Deus por tudo ter dado certo. Somos felizes e tratamos um ao outro com muito respeito e carinho, e não deixamos de ser melhores amigos mesmo na relação de namorados (Não acredito nesse lance de ''há diferença entre amigos e namorados'' é muito melhor ser os dois em vez de escolher apenas um) Enfim, vamos direto ao ponto.
Minha mãe hoje (09/09/2020) veio até mim e me pergunta ''Você e o Carls (Não vou expor) Vão ser noivos?'' A reação que eu tive foi de choque e surpresa, meu pai e minha irmã tiveram a mesma reação e tudo ficou em um silêncio desconfortável.
Logo eu perguntei, incrédula: ''Ele vai pedir minha mão?..''
Depois disso minha mãe arregalou os olhos assustada, vendo que eu não sabia de nada sobre os planos dele. Eu, logicamente, me emocionei e desabei a chorar. Minha mãe, doce como sempre, disse: ''Pare de chorar e controle-se. Larga de ser tonta e pare de chorar'' Além de outros comentários calorosos para o consolo de minha pessoa. Nisto, meu pai interveio e falou: ''Você tinha que abrir a boca? Você achou mesmo que ela soubesse disso?'' e foi assim que tudo explodiu... Minha mãe estava sendo fria como sempre, ela nunca se importou com coisas que feriam meu emocional e psicológico, tudo na visão dela era ''banal'' e ''frescura'' e eu me cansei disso. Minha reação foi imediata e refutei ela de varias maneiras e isso se tornou uma briga feia. Ainda mantive minha educação, mas fui bem sincera e ela não gostou disso (Por que né, a verdade dói) e ela começou a envolver minha sogra e meu namorado, humilhando os dois para ver se conseguia ganhar nos argumentos que eu lançava. (Um detalhe importante... Quando eu estou prestes a discutir com alguém, sou bem linguaruda e irônica demais, isso de certo irrita qualquer um. Mas em nenhum momento a ofendi e nem disse nenhum palavrão, apenas disse algumas verdades que ela não gostou. Obviamente)
Como sempre ela apelou na presença do meu pai e se fez de coitada, saindo da discussão como vitima de uma filha má. Meu pai pediu educadamente para eu pedir desculpas, já que ''peguei pesado com ela''. Me neguei até o momento e não estou disposta a mudar de ideia só por que ela é minha mãe.
Não foi a primeira vez que ela estraga um prazer meu com sua frieza. Ela já errou comigo varias vezes e fui compreensiva em perdoar. Já eu, quando erro, só falta ser exposta para meio mundo e ser humilhada na frente de quem for; O que ela diz e faz, não é exagero na visão das outras pessoas (O que eu acho doentio de certa forma, por que não deixa de ser uma atitude toxica)... Ela pode destruir minha auto-estima e isso não costuma ser exagero por que né, ela é minha mãe e tals.
Na minha opinião não acho isso. Só por que é mãe ou pai não significa que eles tem o Direito total de fazerem exatamente o que querem ou falar o que querem e quando querem, e a criança/adolescente tem que aceitar e pronto. Eu posso ter sido errada em ser grossa e etc, mas eu realmente fiquei chateada pelo o que aconteceu e creio que toda menina (Pelo menos quase todas) teriam essa reação diante de uma resposta tão fria em um momento considerado especial na vida de uma mulhecasal. Meu namorado confiou nela para não contar e ela me faz isso? Além de ter sido um erro grave e um desrespeito com a nossa relação, ela ainda quis se justificar com frieza e grosseria? Eu realmente não deixaria isso barato e foi o que eu fiz.
Então... Fui babaca em fazer isso com ela?
submitted by TiaSayu to desabafos [link] [comments]


2020.09.04 18:33 DanteStonecross Senta que la vem história

Eu to a algum tempo lendo e comentando coisas nesse /, e eu sempre quis dizer varias coisas aqui, porque de algum jeito eu me sinto confortável de ver essas coisas e todos vocês, mesmo discordando com algumas pessoas aqui e ali ta tudo bem, discordar é normal, faz a gente mais humano.
Mas eu queria muito contar uma história aqui hoje, é uma jornada importante pra mim, e eu espero que vocês gostem de me ver aprendendo uma coisa muito complicada. Nessa história, todos os nomes serão fictícios, e será um resumo muito resumido, então a grande maioria dos fatos não está aqui, mas o que isso tudo me ensinou, você vai poder ver com certeza.
Eu sempre fui um Romântico, e quando eu digo Romântico, eu falo da escola literária, eu não uso aquele português difícil, mas eu enxergo o mundo de uma maneira similar, eu vivo os momentos com as pessoas com intensidade, com muito sentimento, e os momentos seguintes a esses vem a melancolia.
A primeira vez que eu me apaixonei quando tinha 11 anos, o mundo se tornou diferente pra mim, era como se de repente todo o resto fosse preto e branco, e apenas aquela garota fosse colorida(eu tenho essa história contada em um texto, que é o ponto inicial da minha depressão, escrito exatamente como aquela criança enxergava o mundo, se ao final alguém se interessar eu mando sem problemas).
E, perto se fazer 14, em 2013, eu conheci uma garota muito mais do que bonita, ela era simplesmente divina aos meus olhos, ela era tão incrível, ela tinha absolutamente tudo que eu gostava. Eu conheci a Ágata dando aulas de matemática(o que mais um nerd faz?) e algo me chamou muita atenção: mesmo com 13 anos eu já tinha dado muitas aulas pra muitas pessoas e todo mundo tem um limite, todo mundo desiste(pede uma pausa) depois de X questões, mas ela não, mesmo sem entender muitas coisas ela persistia até o fim tentando entender tudo, até o horario dela ir embora ela continuou la, com o caderno e a caneta fazendo de tudo pra conseguir entender.
Bons meses depois Ágata se tornou minha melhor amiga(embora no início ela respondia minhas mensagens a cada 3 semanas, sem exagero!), e mais um tempo depois e muitos conflitos com a família dela, a gente começo a namorar.
Eu ainda não posso explicar o que era a sensação de namorar com ela, ela era literalmente o que todo garoto sempre sonhou: baixinha, cabelo cacheado, um rosto muito agradável, um sorriso lindíssimo, peitos e bunda enormes(ENORMES), cantava feito um anjo, era popular, divertida, extrovertida, dedicada, esforçada... É uma lista de qualidades que, na época, transbordava.
De 2014 até 2019, nós tivemos 3 anos de relacionamento e 5 anos de amizade, e eu aprendi muito mesmo em todos esses anos. O motivo do término do relacionamento(numa versão em resumo do resumo do resumo) foi, principalmente, possessão. Eu tenho um pai que é extremamente possessivo e eu levei 14 anos pra sair das garras deles(ou seja, ainda era recente quando eu conheci ela), e 1 ano depois do namoro ela começou a querer cada vez mais a minha atenção, onde eu não sentia mais liberdade pra fazer coisas que eu queria, porque eu tinha que ficar 3 horas falando no telefone com ela(e eu nem gosto de falar no telefone).
Não me entendam mal, eu não estou dizendo que fui perfeito, que não tive defeitos ou que só eu que estava passando por problemas, acabou porque precisava acabar. Inclusive se você, Ágata, por algum motivo descobriu o reddit e se reconhecer nesse post, saiba que mesmo não mais falando com você e não conseguindo mais olhar na sua cara(história pra outro dia), você pra sempre terá minha gratidão e meu respeito, nós vivemos muitas coisas juntos e, se hoje eu sou um homem, foi você que o moldou, muito obrigado.
Quando isso terminou, eu comecei a conversar mais com uma outra garota que eu conhecia, estudava na mesma escola que a gente, e conforme eu a conheci, ela começou a conquistar cada vez mais espaço no meu coração.
Carol era uma mulher interessante de várias maneiras, ela era extremamente extrovertida, cantava muito bem, tinha muitas histórias pra contar, era uma das pessoas que mais tinham ficado com gente na escola, e principalmente, ela tinha acabado de ganhar uma filinha. O jeito que a Carol olhava pra filha dela me fazia querer estar por perto, não porque ela parecia uma mãe incrível, mas porque havia uma dualidade dentro dela: aquela criança foi concebida de um estupro, onde foi muito difícil aceitar conceber a criança, quando ela nasceu era completamente visível que ela não sabia o que fazer, ela amava mais do que tudo aquela criança, ao mesmo tempo que ela via o homem que fez isso quando olhava pra ela(graças a deus, isso mudou bem rápido).
O tempo passou e eu e Carol começamos a nos dar muito bem, e em meados de 2019 a gente se beijou pela primeira vez, essa foi oficialmente a segunda pessoa que eu beijei na vida e cara, que coisa mais estranha, eu não sabia nem como descrever o que tinha sido aquilo de tão estranho... Até que ela me beijou uma segunda vez, e ai oficialmente, aquele era o melhor beijo do mundo.
Eu e Carol ficamos mais algumas vezes, e a gente se dava muito bem em tudo, até na cama era muuuuito diferente do que era com a minha ex, e a gente fazia tantas coisas juntos, viamos animes, conversavamos sobre varias pessoas, saíamos pra comprar roupas...
Cada dia que passava o meu sentimento só aumentava, e quanto mais ele aumentava, mais coisas que eu achava incríveis aconteciam, como a gente ver as coisas abraçadinhos, ficar de mãos dadas, varias dessas coisas de casal.
O meu erro? Carol desde o inicio falou "Não se apaixona por mim, eu não me apaixono por ninguém". Eu segui essas instruções o quanto foi possível, mas cara, talvez fosse loucura minha, mas parecia muito que ela também estava apaixonada, não com palavras porque toda vez que eu mencionava ela mudava a expressão e o jeito por um tempinho, mas as atitudes dela, os nossos momentos...
Depois de um tempo, no inicio desse ano, eu tentei cortar a Carol da minha vida torcendo pra que resolvesse meu problema, e deu certo por 1 mês até que ela me mandou mensagem perguntando quanto tempo isso levaria. Eu dei o meu melhor e coloquei todos os meus sentimentos em um texto, cada palavra continha tudo que eu sentia por ela, e ela também fez um texto de volta pra mim, e eu pude sentir o que ela sentia também, ela queria ser só minha amiga, e nada mais.
Nós ficamos mais 3 ou 4 meses sem nos falar até que, por intermédio de uma amiga em comum, a gente voltou a se falar e, desde então eu vi Carol mais umas 3 ou 4 vezes, mas é tudo muito estranho, a gente troca mensagens uma vez por semana e olhe la, eu nem acredito que um dia a nossa amizade volte, quanto mais a gente ficar ou coisas do tipo.
Mesmo com tudo isso, ela sempre viveu no meu coração.
Porem aqui vem a lição, meus amigos.
Há semanas atrás, eu consegui contato com uma garota que a gente não se via a muitos, muitos anos. Sabe aquela história de primeiro amor a gente nunca esquece? Esse foi meu segundo, e o que eu verdadeiramente nunca esqueci, eu sempre vou me lembrar do meu primeiro dia de aula numa escola completamente nova, e no fim do dia eu ainda todo perdido uma garota me puxa, me olha nos olhos e a primeira coisa que ela diz pra mim é: "Você namoraria comigo?". A resposta pra essa pergunta era não, obviamente, foi muito aleatório, mas eu estava tão nervoso que saiu "sim", ela deu um sorrisinho e voltou ao que tava fazendo. Desde aquele dia, Livia se aproximou cada vez mais de mim, e ela tentou me conquistar todos os dias, e acreditem em 2012/13 eu não era naada fácil.
E quando eu consegui falar com ela novamente, alguma coisa dentro de mim estalou, a gente voltou a conversar e era como se nada tivesse mudado, a gente conseguia desenvolver do mesmo jeito que a gente sempre fez, nem parecia que tinham 7 anos sem contato. A gente se viu algumas vezes(sim, eu sei que a gente ta de quarentena, todas as medidas de seguranças foram tomadas pra gente conseguir) e, cara, eu tinha me esquecido o que é olhar pra alguém que te olha como se você fosse uma obra prima, aquele olhar de quando éramos crianças não mudou nem um pouquinho, ela ainda olha pra mim como se eu fosse a pessoa mais legal do mundo.
Eu, com todos os meus defeitos, com todas as minha chatisses e meu jeito ""inteligente"" de ser, onde a lista de qualidades é exatamente igual a lista de defeitos, ela me vê como se fosse alguém muito mais do que incrível.
E eu olho pra ela assim também, e quando eu a olho, eu quero que ela sinta a pessoa incrível que eu vejo, uma pessoa que passou por inúmeros problemas pelo mundo afora e ainda passa, alguém que realmente foi a raiz do meu gosto pelas mulheres, que me ensinou que atitude é a melhor caracteristica possível em alguém, e que eu quero alguém com isso na minha vida, alguém que tenha coragem de me puxar pelo braço e dizer que me quer, alguém que queira os meus toques, alguém que querias os meus carinhos, as minhas massagens, os meus abraços, as minhas implicações, assistir animes ou séries comigo, beber comigo, aprender e viver todo tipo de experiências e situações. É isso que eu quero com ela também!
Esse é um pedacinho da minha odisseia, eu pedi a Deus, ao universo, a seja la o que for que estiver ai fora por nós, pra que 2020 seja um ano de apredizados e conquistas, 2020 foi o ano mais difícil da minha vida, onde por conta de um treinamento pra competição, da pandemia(home office) e tambem por causa de ter a Carol na minha cabeça, eu passei pela pior fase da minha vida, mas eu consegui correr atrás de ajuda a tempo(onde eu devo a minha vida a minha hipnoterapeuta, que mulher excepcional) e, no final dessa jornada, eu cresci muito e me tornei bem mais forte.
Muito obrigado, eu deixo aqui os meus agradecimentos a todas essas garotas, que me mostraram quem eu quero junto a mim e quem eu quero ser, a minha mãe que é a melhor mãe do mundo e, mesmo a gente se desentendendo as vezes, eu não resistiria sem ela, a minha hipnoterapeuta que consegue a façanha de me colocar em transe(hipnose ericsoniana é a melhor, sem dúvidas!) e que me ensinou muuuito mais lições do que eu teria aprendido em 20 anos da minha vida.
E principalmente, muito obrigado a mim mesmo, por ter aguentado até aqui, por nunca ter parado de ir pra frente mesmo pensando todos os dias em desistir, em jogar tudo pro ar, pensando até em coisas muuito, mas muuuuito mais escuras nos dias mais dificeis, mesmo assim nós estamos aqui, prontos para a proxima jornada, onde a gente vai sofrer, mas a gente vai aprender algo a respeito disso no final.
Se você chegou até aqui, meu caro amigo, eu só queria te contar a história de como eu descobrir o que, pra mim, é o amor. Amor é o que eu sinto quando olho pra alguém que também me devora com o olhar e as atitudes, amor não é toda a intensidade, todo o fogo, toda a loucura, não! Pode ser um pouco disso, mas principalmente, amor é reciprocidade, é você não ter que se esforçar em mudar 1001 coisas só pra agradar a pessoa, quem você ama e quem te ama de verdade gosta de você por ser quem você é, e é isso que eu quero pra minha vida, amar e ser amado!
Eu não sei se eu e Livia vamos ficar juntos, a gente deve descobrir mais a frente, mas eu sei que eu quero isso, e se o destino(ou o universo, ou deus...) não permitir que a gente fique junto, tudo bem, eu sei agora o que procurar, e que vai existir mais alguém que olhe pra mim do jeito que eu olho pra ela.
submitted by DanteStonecross to desabafos [link] [comments]


2020.08.27 21:34 Ultimecia- Desabafo sobre pensamentos ruins que me atormentam (+18)

Ola pessoal, depois de muito pensar, e me perguntar se deveria fazer esse texto, venho aqui pra desabafar um pouco, pois não tenho um ciclo social muito grande pra o qual eu poderia contar essas coisas, e as poucas pessoas que eu poderia contar, Não seriam diretas e sinceras. Como o texto também é bem constrangedor, acredito que um leve anonimato deve me ajudar a se expressar melhor.
Marquei o texto como +18 porque usarei palavras bem explícitas aqui para melhor entendimento, porém, ciente das diretrizes da comunidade, caso o texto seja ofensivo ou afete alguém menor de idade, gostaria que fosse removido o mais rápido possível, me desculpem se acabar sendo ofensivo ou algo do tipo, espero não ultrapassar nenhum limite aqui. Mas vamos lá.
A 3 anos atrás eu conheci uma garota do meu antigo emprego (tenho 23 anos, isso não fere meu anonimato). Essa garota era perfeita e muito fofinha, tinhamos a mesma idade e nos demos super bem, estávamos solteiros, e depois de 6 meses nos conhecendo começamos a namorar. Namoramos por uns 2 anos, e nesse tempo aproveitamos muito a companhia um do outro, foi tudo perfeito, sem brigas e sem desentendimento, até que começamos a nos conhecer de mais. Sempre fui um cara reservado, antes dela só namorei uma pessoa, por 3 anos, minha única experiência sexual foi com essa pessoa, e após o termino nunca me relacionei como mais ngm, porém, essa garota que conheci no meu trabalho (vou chama-la de Yomawa, nem sei o pq :v) ja havia tido muitos outros caras no passado. Conversando com ela, descobri que fui o primeiro namorado dela, porém, ela ja havia ficado e tido aventuras adultas com mais de 15 caras no total, alguns em festas, faculdade, e todo o resto, com alguns mais de 5 vezes, ja havia feito menage e outros desejos sexuais que realizou por curiosidade. Confesso que me surpreendi, uma garota tão fofinha e delicada ja ter passado por isso me abalou um pouco, e depois que eu fiquei sabendo dessas coisas, nosso namoro desandou. Comecei a criar uma espécie de paranóia na cabeça, de nunca ter dado um prazer tão bom pra ela em nossas relações na cama. Eu tinha alguns fetiches e curiosidades, e ela, ja havia realizado todos com os caras anteriores. Com o tempo essa paranóia de me sentir insuficiente foi tomando conta de mim, até que cometi o erro (ou não) de perguntar se eu ja havia sido o melhor com ela na cama. Ela disse que não, disse que avalia certos pontos nas relações, como preliminar, oral, beijo, penetração, vibe e etcs. E que desses pontos, eu tinha sido o melhor em preliminar e sexo oral, maaaaas, um dos piores em penetração, disse que ja tinha se relacionado com outros caras que proporcionaram um prazer enorme pra ela, e que achava difícil eu superar. Uma coisa que amo nela, é a sua sinceridade, eu odiaria sentir que estou sendo enganado, e a verdade apesar de doer, é o que eu prefiro. Desde então eu tenho me empenhado e dado o melhor de mim, para "ser o melhor" de cama. Eu nunca tive esse orgulho macho (como prefiro chamar) de querer ser o mais fodao em tudo e bla bla bla, mas isso tem me atormentado, e tem me impedido de ser feliz.
No começo ela acreditava que eu poderia ser o melhor na penetração e bla bla bla, mas agora ela pede pra eu não criar esperanças ahebhahehe que do jeito que estou (estou dando o maximo que consigo e fazendo treinos constrangedores de desempenho sexual no meu quarto) posso levar quase 1 ano pra conseguir ser o melhor do melhor. E isso tem me atormentado tanto que estou ficanso triste de vdd, me sinto insuficiente, quando estamos juntos e vejo ela gritar e gemer de prazer na cama, penso logo : - Se ela se contorce desse jeito comigo, imagina com o cara que já comeu ela melhor. Aaaaaaaaahh é horrível, me desculpem pela forma de falar "comeu" mas não consegui pensar em algo menos machista. Imagina você namorar uma garota que diz "meu namorado não foi o cara que me comei mais gostoso, desculpa, estou sendo sincera".
Ela diz que não liga pra isso, que o que sente comigo nunca sentiu com ngm, que nosso amor é pfto, que eu trato ela como uma Deusa e isso motivz muito ela todos os dias, ela chora só de pensar em me perder, e de vdd combinamos em tudo. Gostos, musicas, animes, séries, jogos, ela é perfeita, e eu sou o cara que nem consigo dar um prazer suficiente na cama, me sinto ridículo por isso, mas penso que quando começamos a tranzar, ela tem uma expectativa de ser bom e maravilhoso, e acaba não sendo, ela acaba esperando que seja bom como os outros caras, e acaba não sendo. Ja imaginou ela ter aquele prazer como referência sempre que pensar em sexo ? E não no meu ? Eu não consigo ser eu mesmo desde que isso aconteceu, e me sinto tão mal que penso em terminar. Estou mt agressivo com as palavras e muito decepcionado comigo, esse relacionamento está me deixando mal e me fazendo sentir a cada dia insuficiente, e ela não tem culpa, nunca seria capaz de culpa-la por falar a verdade, é a qualidade que mais amo, mas estou perdido. O relacionamento é mt mais que sexo galera, mas sinto que a cada segundo que passa, os caras anteriores estão ganhando de mim, sei la, é como se eu estivesse perdendo (???) Estou paranóico, queria desabafar, penso em ir em um psicólogo ou sexólogo, mas não sei mais o que fazer, de vdd.
Me desculpem se ficou mt grande este desabafo, ou se acaba ferindo alguma diretriz ou algum menor de idade, pfvr excluam se for o caso :(((
Ass : O cara que não foi o melhor da sua namorada
submitted by Ultimecia- to desabafos [link] [comments]


2020.08.27 03:36 lucascorneo Pior aniversário da minha vida

Olá Luba, editores, pessoas que estão a ver, Gatas, e qualquer forma de vida que esteja vendo esse belo vídeo, hoje vou contar a história da grande desgraça que foi meu aniversário. 
No final de 2017, eu tinha conhecido uma garota no interclasse da minha escola, ela era muito gata, querida, e muito interessante, foi paixão a primeira vista KKKKKJ. Começamos a conversar, e na outra semana a gente ficou, encaixou o beijo e foi ótimo, continuamos conversando. Em março, eu iria fazer uma festa de aniversário, e convidei alguns amigos, entre eles, a minha "namorada" e minha melhor amiga. A festa foi ótima, dançamos muito, cantamos, comemos, e fomos pra dentro. Chamei ela pro meu quarto, e começamos a se pegar, mesmo bagulho de sempre, e tava um clima ótimo. Achei o momento perfeito para pedir ela em namoro, ela aceitou, nos beijamos, foi lindo. Após isso, ela foi pro outro quarto, ( no qual estavam minha melhor amiga e uma outra garota) para contar a atual notícia. Até aí tudo bem. Namoramos mais uns 2 meses, e ela me falou que queria me contar um negócio, beleza, falei que tava livre e ela começou a escrever, ela me contou que na noite do meu aniversário, no momento que ela tinha ido contar pra minha "melhor amiga", elas tinham ficado, e eu fui traído 5 min depois de começar a namorar. Hoje em dia eu racho o bico rindo dessa história. Mas não acabou por aí, eu "desculpei" ela, e continuarmos namorando, na minha cabeça só passava uma coisa, eu precisava me vingar, não podia sair por baixo nesse negócio, até aí tudo bem, fiquei de boa e esperei o momento certo pra dar o troco Até que chegou um dia completamente triste, meu bisavô tinha morrido, e eu fui triste pro velório, chorei de mais, tava bem triste. Lá, vi minha prima, e ela tava com uma amiga, a Rainara, ela foi completamente querida, e muito compreensiva, gostei muito dela, e nos começamos a conversar. Passaram-se uma semana, e eu fui de novo pra cidade da minha bisavô, pra missa de 7 dia, e advinha quem estava lá, exato, a Rainara, e advinha o que eu fiz? Exato, fiquei com ela, dando enfim o troco na minha ex. No outro dia, contei pra ela, e esfreguei na cara dela, que eu tinha dado o troco nela. Hoje me sinto mal por ter pegado a garota numa data tal triste, e por um motivo tão ruim. Isso foi uma história de relacionamento, mas por favor me diga, eu fui o babaca?
submitted by lucascorneo to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.23 06:19 Furao_do_mato Sinto que deveria assumir minha sexualidade (e minha possível romanticidade), mas não quero (H, <18)

Desde o primeiro semestre, eu venho me identificando muito com os espectros assexual e arromântico e eu estava orgulhoso no "armário", já que, apesar de querer me casar e ter filhos um dia, nunca me senti um "perdedor" por ter passado o ensino fundamental e médio "BV", inclusive achava até desconcertante e sem sentido isso de quase tudo na vida de um homem se resumir a sexo e beijo na boca, tanto para heterossexuais, quanto para não-héteros.
Só que, quanto mais eu entendia sobre a causa aro/ace aqui na internet, mais eu via o tipo de opressão que meu grupo sofre (não vou descrever, mas parece o tratamento dado a homossexuais no século XIX) e descobri que o pior de todos é apagamento de identidade. Depois de ter visto um vídeo execrável cheio de desinformação e ofensas sem sentido, comecei a pensar o quanto as pessoas podem fazer associações e simplesmente não querer entender o que sinto.
Então, aí é que entra a parte de me assumir. Não quero ter que "sair do armário", porque, não vejo necessidade de me expor a um risco desnecessário com possibilidade de julgamento e represália de uma família que já disse "Casamento é ruim, mas namorar tudo bem que é impossível um homem viver sem mulher" e "Quem não gosta de mulher deve gostar é de homem" (como se fosse algo ruim ser gay, além de anular não-binaridade e a possibilidade de não sentir atração sexual e romântica alguma ou só em casos muito específicos) apenas para mostrar que eu existo e não sou como o mundo afirma ser.
Ainda queria desabafar essas coisas com pessoas próximas, porém não seria útil que fosse com parentes próximos e não sei se há alguma necessidade de falar essas coisas para meus quatro contatos de Whatsapp.
Queria a opinião de vocês de até que ponto é relevante eu me assumir e se realmente vale a pena romper os preconceitos da minha família que tem uma "bela" inclinação para a acefobia (preconceito contra o espectro assexual) e para a amatonormatividade (acreditar que namoros são mais importantes que relacionamentos de afeto não-românticos, como o platônico, apesar de que o termo também pode se referir a como um casal deve ser e quais tipos são válidos); além de que existem casos de pessoas que desenvolvem sexualidade e romanticidade tardiamente e desfazer uma declaração minha só geraria muito mais opressão no meio familiar.
submitted by Furao_do_mato to desabafos [link] [comments]


2020.08.22 15:17 mulheraranha não botem tanta fé em paquera de internet!!!!! mesmo que esteja flertando horrores com a pessoa

queria contar que conheci um menino no tinder e eu sou uma pessoa que ama conversar, parece que isso cativa um pouco demais as pessoas, saber ouvir, saber confortar, só que tá, ficamos flertando antes de nos encontrarmos, eramos de cidades próximas mas não tanto assim, acabou que depois de uns 3 meses conversando com o menino e marcando de se encontrar mas n dando certo ele soltou que tinha uma FOTO MINHA NA CARTEIRA DELE, e que tinha FALADO DE MIM PRA MAE DELE, começou a soltar uns papos de como se a gente namorasse, sendo que a gente nem tinha ficado nem nada.
nunca falei em namoro, nunca falei em termos algo sério (ate pq ja tive alguns relacionamentos e sei que não dá certo cair de boca numa pessoa que a gente nem conhece, é necessário conhecer BEM uma pessoa antes de fazer planos com ela) e depois que soube disso eu deixei bem claro essas coisas, também disse que a gente não se conhecia, que a gente n sabia se iria rolar e tal, eu até gostava dele mas depois dessas coisas deixei de gostar.
depois de ter dado um auê, uns meses sem se falar e depois de eu ter falado que não queria nada, voltamos a conversar como amigos, deixei mt claro que eu não queria ficar com ele mais e tal, que eu tinha perdido vontade e ele aceitou. só que uns meses depois veio com papo de que não tinha desistido de mim que gostava e tal que ainda tinha esperança e ai eu vi que tinha que cortar de vez... só consegui afastar dele sendo muito grossa pq ele sempre vinha com o mesmo papo e eu fico tentando dar uma de mediadora, tentando resolver na paz, só que não dava certo, e eu não queria bloquear... foi egoísmo da minha parte? eu tentei sempre fazer tudo certo, na honestidade e tudo, mas as vezes fico me perguntando se eu não fui babaca..
o desabafo é esse e queria deixar meu conselho, não se emocione com flertadas online, claro que existem exceções mas certifique sempre que vc conhece uma pessoa MUITO BEM e que vcs estão no mesmo pique pra imprimir uma foto dela sem a permissão e mostrar p todo mundo falando q é sua namorada.
submitted by mulheraranha to desabafos [link] [comments]


2020.08.22 06:15 Mikhail_elf Sou babaca por ter sido insensível com uma garota?

Olá Lubixco, editor, turma, gatas, porca e galinha matriarcas, possível convidado, papelões, Otto e chat!
Bem... Essa história aconteceu entre o começo das aulas presenciais e o fim das mesmas e é um tanto longa (eu acho), então vou resumir bem. Vamos lá.
Eu sempre tive extrema dificuldade com emoções em geral, seja pra senti-las eu mesmo ou pra entendê-las e ter empatia com os outros. Isso acontece devido à minha criação e relações afetivas abusivas e muito mal cuidadas no passado. Por conta disso sempre acabo dizendo algo impróprio ou babaca sem nem saber que tô errado.
Enfim, quando fui transferido de colégio (1º ano do ensino médio, no qual estou atualmente) conheci logo de cara um grupinho no recreio de meio dia (aula integral), tal grupo viria a ser minha atual panelinha, composta de diversas pessoas e dentre elas a vítima da história.
Tempo passa e estamos no último dia de aula antes da quarentena, o dia está agradável e, por conta da atual ascensão do coringa vírus, não tinham aulas tão intensas neste dia. Lá estava eu, com meus amigos, brincando de "verdade ou desafio" com uma garrafa de itubaína que compramos na cantina. Eis então que algum filho de uma mulher muito bem educada e dona de um respeito que não cabe em meu peito diz pra mim "te desafio à dar um selinho na Larls (a garota da história)". Eu, confuso e (sinceramente) desesperado por afeto, aceito e o faço, com direito aos colegas soltarem o clássico hino "Iiiiiiiiiih". Após isso, acabo magoando a garota pq eu atualmente não sabia nem oq tava acontecendo e n tinha ideia de como lidar com meus sentimentos e "gostava" de outra garota. Meus amigos me xingaram, vaiaram e lincharam verbalmente (com razão). Dado esse breve momento de inferno que me fez sentir mal à ponto de fugir e ir chorar pela primeira vez na vida, resolvo ir falar com a "Larls" sobre a situação. Eu disse que não sentia atração por ela (ela sentia por mim) e que a via como minha melhor amiga. Nos abraçamos e seguimos o dia.
{BONUS} (pode ser que isso deixe pessoas com raiva da situação, assim como aquele pedido de casamento, mas ok)
Algumas semanas semanas se passaram (já na quarentena) e eu, já num web bate-papo com a Larls, a peço em namoro. Já havia amadurecido, me arrependido daquele incidente e visto o quão bem ela fazia pra mim num geral. Ela sempre foi maravilhosa comigo e eu vi que, apesar de retribuir, não fazia de coração como ela. Larls felizmente aceita e nós notamos que somos praticamente "almas gêmeas", apesar de isso ser bem clichê. Nós recentemente tivemos chance de nos ver e eu conheci meus sogros. Nós sempre fazemos desenhos um pro outro e ela me faz extremamente feliz, espero estar fazendo tão bem quanto ela.
É isso, espero ter lhes entretido :3
submitted by Mikhail_elf to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.18 22:35 BoobiesChan Uma historinha de enganação e roubo

Olá, turma, luba, editores, studio, gatas, rainaras, carls, e etc...
Hoje lhes contarei uma história não muito extravagante, mas que aconteceu recentemente entre mim e uma cliente/"amiga" em uma das minhas redes sociais favoritas: o Amino
Bom, para começarmos...preciso dizer que sou desenhista e eu amo isso em mim não apenas como um hobbie ou trabalho, mas sim como parte da minha vida...amo desenhar desde o momento em que peguei um lápis ou uma caneta pela primeira vez, e quanto melhor e mais trabalhoso meu desenho for...mais eu levo a sério, e isso vale com certeza pra muitos artistas de pintura ou desenho que fazem seu trabalho com carinho e amor. No amino eu havia entrado em uma pequena comunidade não muito conhecida onde as pessoas fazem seus OCs e Artes e até fazem RPG e postam em blogs para exibir e as vezes até ganhar Amino Coins como forma de nota das pessoas (PS: Amino coins é meio que um dinheiro virtual do amino onde vc pode usar para comprar coisas para enfeitar seu perfil, comprar balões de texto ou até figurinhas e etc...)
Enfim, eu estava em várias comunidades de desenhos como essa, mas essa comunidade específica em que eu estava era a que eu mais costumava usar...e em outras comunidades de OCs ou RPG que eu gosto muito de ir, eu as vezes posto alguns dos meus desenhos para o público, e como eu estava querendo praticar um pouco minhas habilidades de micro empreendpara ...eu passei a vender meus desenhos para as pessoas online em troca de amino coins.
Comecei a fazer isso praticamente desde o início de 2020, e meus desenhos geralmente custavam entre 5 a 12 amino coins...pois além de usar caderno e paint eu tbm uso editor e as vezes demora quase 5 horas e 30 minutos para fazer a coloração e as luzes certinho e quase sem nenhum borrão.
Consegui investir 1000 AC e estava indo tudo perfeitamente bem, até que um dia...uma garota (vamos chamar de Rainara) havia me chamado no privado e pedido que fizesse um desenho dela versão cartoon. Até aí tudo bem, então pedi pra ela me mandar uma foto dela para que eu pudesse desenhar e ela poderia descrever como queria...ela mandou a foto, e a garota na foto era uma menina sem cílio, sombrancelhas e sem cabelo, e bem pálida com um sorriso meigo...como já deve imaginar, sim a cliente na foto tinha câncer, ela mesma havia me dito.
Enfim, ela pediu para não se importar com aquilo, mas sendo sincera eu fiquei meio mal, pois já tive dois amigos na escola que já passaram por essa merda.
De qualquer forma, eu fiz o desenho, pintei e editei, e quando fui entregar dei uma reduzida no preço pra 3 amino coins...que era o máximo que ela tinha naquele momento...depois de um tempo passei a conversar com ela e ela era realmente uma pessoa muito boa e incrível de conversar e desabafar, e eu ate tinha feito um desenho de nós duas juntas.
Depois de um tempo ela disse em algum momento que precisava de amino coins pra comprar alguns enfeites de perfil, mas ela não pediu nada, ela apenas disse que queria começar a economizar. Eu como sou trouxa e gostava muita dela, eu disse que poderia doar um pouco do que eu tinha pra ela (eu sinceramente não ligo muito pra dinheiro, mas a quantidade de dinheiro que ganho é meio que o resultado de tudo que fiz pra chegar naquele número). Rainara de início recusou, mas eu disse que queria dar como presente há ela, principalmente pra deixa-la feliz, então eu doei mais ou menos 860 Amino coins para ela. Rainara me agradeceu quase cem vezes naquela noite e eu realmente fiquei feliz em saber disso.
Alguns dias se passaram e Rainara havia começado a namorar um garoto (vamos chama-lo de Carls), o Carls era e ainda é um cara gente boa, compreensível e que tá sempre a disposição pra Rainara. Um certo dia ele chegou no meu PV e pediu que eu fizesse um desenho dele com a rainara como presente de namoro pra ela. Eu fiquei feliz e concordei em fazer, e pedi uma foto dele com ela (já que eu não tinha mais a foto dela de antes), então ele me mandou uma foto dele com...uma garota completamente diferente da original....não só pelo fato de ela naquela foto ter longos cabelos, e ter cílios e sombrancelhas, mas o rosto também era muito diferente (e sinceramente menos bonito ;-; Dclp). Como só fazia algumas semanas que a conheci...se o cabelo dela estivesse voltando a crescer depois de estar melhor do câncer...o cabelos estaria no mínimo bem curtinho com alguns pelinhos crescendo lentamente, certo?...enfim... Falei com Carls e eu disse que não poderia ser ela, e expliquei o porquê, e então ele disse as seguintes palavras:...
Carls - "Domy, essa é a Rainara de verdade, tem certeza de vc não está se confundindo?"
Assim que vi a mensagem eu fiquei meio chocada de início...ele perguntou se eu queria que ele falasse com ela sobre isso...e eu disse: "pode deixar...eu converso com ela". E assim fiz, entrei no chat dela e liguei pra ela...ela atendeu e eu perguntei: "Rainara, se não for muita indelicadeza da minha parte que eu pergunte...vc tem câncer, certo?"...
Rainara - "sim, eu tenho câncer, pq essa pergunta do nada?"
Depois que ela respondeu, eu mandei a foto dela com o namorado dela...ela ficou em silêncio enquanto eu perguntava de novo: "Rainara...essa é vc? Com o Carls?" Depois de longos segundos ela simplesmente desligou na minha cara...e só aquilo respondia minha pergunta. Eu continuei ligando até finalmente desistir e esperar....e depois de uma hora ela mandou mensagem pedindo desculpas, ela me ligou depois e eu atendi...pedindo explicações do por quê ela havia feito aquilo... Ela disse chorando no telefone que não sábia e que era estúpida de ter feito aquilo, aí eu pedi pra ela se acalmar e explicar oq passou pela cabeça dela, e ela respondeu:
Rainara - "quando eu pedi aquele desenho eu queria que vc fizesse, eu queria que fosse pra minha irmã que realmente está com câncer, e eu acabei me confundindo com as palavras quando pedi, me desculpa"
Eu não acreditei nas palavras dela (mal sabe mentir), ainda mais depois daquilo, então fui perguntar de novo pro Carls e ele disse que ela está mentindo pq nem irmã ela tinha, e tinha apenas dois irmãos homens. Eu conversei com ela, e eu realmente estava puta com ela por mentir e na cara dura, mas ainda sim tentei me manter calma e conversar com ela. Eu disse que estava realmente muito mal e brava por ela ter mentido, e eu queria cortar contato...ela disse que não queria perder a amizade que tínhamos...(que amizade?...) Enfim, eu falei que o mínimo que ela poderia fazer como favor pra mim era devolver meus amino coins que havia dado de presente e que me esforcei meses pra conseguir....e adivinha oq ela fez? Ela falou que havia gastado quase tudo em balões e figurinhas do amino...eu fiquei brava e desliguei e pedi pra ela apagar os desenhos que havia feito pra ela, mas mesmo que não apagasse ou não, de qualquer forma n ia mudar nada...então eu falei: "espero que esteja feliz por ter ganhado desenhos que fiz de amor e afeto e números de um dinheiro virtual que trabalhei pra conseguir, a única coisa que você perdeu foi uma amiga e a sua dignidade de ser verdadeira com essa amiga" e depois disso eu a bloquiei.
No dia seguinte descobri que Carls havia denunciado a própria namorada pra staff por fake, pois ele havia pegado o celular dela e leu minhas conversas com ela...e descobriu que ela havia usado a foto falsa pra me fazer ter pena dela, e de vez em quando ela fazia isso com outras duas pessoas...mas foi burra o suficiente pra deixar o namorado ter contato comigo...a staff da comunidade a ocultou fazendo ela n poder interagir com ninguém na comunidade por 30 dias. Isso n me deixou feliz, pois eu havia sido feita de trouxa por uma pessoa a quem eu gostava de coração, mas consegui manter contato com Carls...e ele é a única pessoa que me ajudou a me sentir melhor depois de um tempo...
Essa foi história, espero que tenham gostado, beijos lubinha, e deixarei em breve uma fanart pra ti no nhaa...vlw flw
submitted by BoobiesChan to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.14 20:29 Laih_Vieira Sou babaca por não perdoar alguém que me deixou muito mal??

Olá Luba, Editores, gatas e principalmente a turma. Vim contar a vocês uma coisa que houve comigo, e que me deixou muito mal mesmo. A história é grande, mas cheia de plots twist (escrevi certo?)
Tava eu, toda fofa na escola, até que eu soube que meu melhor amigo João Paulo (vou expor mesmo aquele corno) tava namorando uma amiga minha, Nayara (vou expor essa corna tbm, pq expor é bom kkkkkk). Quando fiquei sabendo, parabenizei, claro, ele era como um irmão pra mim, e tava feliz por ele. Na época, ela andava com uma garota que já havia feito mal pra mim (calma que piora). Brevemente mais tarde, Nayara e Carls (n vou expor a garota, pq eu perdoei ela) brigaram, consolei Carls, e fui a "única" amiga dela por umas semanas. JP estava distante já, e eu tava estranhando já, ent pensei em conversar com ele. Então bateu o sinal, e eu fui pra aula de português, logo depois eu soube que uma garota da minha sala foi vista se pegando nos corredores com um cara do nono 1 (eram três nonos, e minha sala era do sétimo). Eu fui pra educação da última aula, tava lá e plena, Nayara estava nervosa, até que eu saio, vejo o nono 1 (sala do João Paulo, que estava na aula de geografia, pertinho da quadra) passando, ent eu fui conversar com ele. Vi ele chorando, fui consolar, então soube que o casal se pegando era a Nayara e o amigo dele. Descobri que ela traiu ele, não só uma, como tbm várias vezes, e ele trouxa perdoava.
Carls me disse que Nayara me odiava pq eu e o JP éramos beeeeem próximos, tipo, muito próximos (como falei, considerava um irmão). Não via motivo pra isso, pq eu tava desenrolando com um cara da sala dele tbm (inclusive, estamos namorando hoje, e vai fazer 5 meses dia 26, bjs mô).
Então, eles terminaram. Nayara estava muito mal mesmo, já o JP tava pegando várias, inclusive, pediu pra mim apresentar uma amiga só pra devolver os chifres (claro que eu fiz isso, pq eu tinha problemas com ela, assunto pra outra turma feira). Ent eu vi que a Nayara não estava nem um pouco bem, fui piedosa e consolei, ajudei ela pra caralho, inclusive, fiz os dois voltarem, pq se n fosse por mim, João Paulo e Nayara nunca teriam voltado. Nayara me deixou de lado, me jogou como se eu fosse lixo, ou seja, ela tava me usando pra chegar nele. Uns meses dps eu aceitei, mas continuei sendo amiga dele, fora que a Nayara sempre dizia que eu queria arruinar o namoro deles, pq eu era talarica (sendo que muitas vezes, JP me deu cantada, e era apaixonado por mim), então já sabem né.
4 meses depois (era 2020 já) e o JP tava muito mal mesmo, ele tinha depressão antes, e ele tava muito mal, chateado, realmente, eu consolei claro, pq só isso q eu sirvo.... sempre ajudei ele, até que eu descobri que a Nayara tava fazendo isso com ele, pq era uma surpresa de 6 meses de namoro. Fiquei com tanta raiva, pq ele literalmente tava sendo trouxa, perdoou chifre, e ainda levou mais). Então joguei na cara dele que ela me usou, que ela era idiota, que ele não merecia ela e etc.
Ele ficou bravo, me bloqueou, defendeu ela... Nayara veio no Messenger (havia bloqueado ela no whats) me xingar, disse que realmente me usou, e que eu tinha inveja pq meu relacionamento n tinha dado certo (será mesmo bb?) Ent eu bloqueei. Ela criou um fake pra me xingar, bloqueei tbm. Praticamente me fez sentir que eu era a babaca da história, e até hoje eu penso assim, pq de certa forma, doeu muito perder ele, ele era um bom amigo, e sinceramente, sinto muita saudade, mas né, acho que me odeiam.
Conclusão, João Paulo me mandou mensagem 4 meses depois, e pediu perdão. Não aceitei, xinguei (ele me humilhou por causa dela), ele descobriu que eu tava certa, pegou ela em flagrante com outro cara.
Mas ainda sim me julgou como a babaca... me sinto mal até hoje, eu tentei alertar falando que ela não prestava...
Eis a pergunta, eu sou a babaca da história? (Caso queiram mais detalhes, eu respondo nos comentários)
submitted by Laih_Vieira to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.14 14:21 zChlomaki Eu ter deixado de ser amigo de uma pessoa que falou para a minha melhor amiga que tem problemas psicológicos se matar e ir na fé é algo realmente ruim?

Bem, eu tenho meu grupinho de amigos. E um dia uma amiga conheceu uma pessoa, vamos chama-lá de P e minha amiga vamos chama-lá de M, quando M conheceu o P ele ficou perguntando pra ela namorar com ela 5 vezes, e todas elas foram negadas, e por algum motivo que desconhecemos ele começou a chama-lá de irmã, depois de um tempo ela me apresentou o P. Depois de uns meses foi quando tudo começou a ferver. Eu havia apresentado uma amiga minha, vamos chama-la de L, para o P. L havia alguns problemas psicológicos, eu sempre à ajudava em relação a desabafo, algumas pessoas que eu já ajudei com esse tipo de caso sempre tinham muita coisa pra extravasar, depois de uns dias a gente estava em chamada e estava eu, P, M, L se tivesse outra pessoa na chamada, eu não me lembro, bem a gente estava na chamada tudo muito tranquilo, todo mundo conversando e rindo. Porém P disse que ele ia tomar um remédio, porém ele não havia dito os efeitos do remédio e ”aparentemente” esse remédio fala tudo que vir na cabeça também é algo que eu duvido é que aquele remédio realmente fazer isso pois um tempo depois ele mentiu falando que não conseguia receber um item cortante e que tinha que assinar um papel no correio. Sendo que minha mãe trabalhava com coisas de perícia criminal, ela já postou pelo correio produtos químicos pelo correio e também já comprou muita faca no mercado livre que foi onde ele comprou. E quando ele voltou e estava tudo bem até que ele diz para a L ir se matar e para ir na fé, eu e a M ficamos com medo, e a L veio desabafar no meu privado do Discord e a L deixou de ser amiga do P, depois de um tempo (contexto: eu sou inseguro ao meu corpo, sei que é a verdade, mas eu realmente não gosto do fato de eu ser um pouco enchidinho) ele me ofendeu esfregando muito na minha cara que eu era gordo mesmo ele não podendo dizer muita coisa. Depois de alguns dias ele começou a me pedir em namoro (contexto parte 2: ele falou “que era brincadeira”, mas o que eu penso é eu tenho certeza se eu aceitasse não seria brincadeira.) o que pra mim não foi legal mas eu relevei, já L ficou com mais raiva dele ainda, se passa mais uns dias eu pensei no que tava acontecendo antes de dormir e vi o quão aquilo não tava ficando legal, no dia seguinte eu me revoltei. E comecei a xingar ele, e ele começou a discutir comigo no privado do Discord, depois de um tempinho eu fui desabafar no privado da M que junto da L são minhas melhores amigas e foi quando eu desabei, com medo de perder a M por causa do P, eu conheço a M a 4 anos e perder uma amiga tão próxima como a nossa amizade, iria me quebrar, depois disso, o P mandou um convite para um servidor para a L, e vamos concordar que a pessoa falar pra você se matar e você se desaproximar da pessoa e ela te mandar o convite do servidor dela é muita sacanagem, e eu briguei com o P novamente, e agora um amigo meu não anda falando comigo direito, acho que por causa dessa porra. Se vocês quiserem as prints das conversas me contatem no twitter (@MaFiret_) porém elas estão em português e algumas traduções pra vocês não estarão erradas então se possível procure alguém que saiba português, mas enfim eu fui babaca? Atualização: Quando escrevi isso foi a 3 semanas atrás, semana passada eu acabei brigando com a L e agora eu não converso mais com ela, e ando conversando com outra pessoa a gente brigou e eu briguei falando de qualquer coisa que veio na cabeça, mas… o que ela tinha dito parecia que tava entalado lá dentro há muito tempo, mas eu nem tenho dado bola mais porque eu já to conversando com outra pessoa e essa pessoa dominou minha cabeça… me fez esquecer tudo que tava acontecendo, se to apaixonado, eu não sei. E eu não sei se eu sou babaca ou não, pq há tantas coisas acontecendo e eu só tava sentindo que tava enloquecendo, e essa pessoa que não vou falar aqui pq pode chegar até ela mesmo sendo muito improvável me fez me acalmar um pouco, então é acho que estou bem
submitted by zChlomaki to desabafos [link] [comments]


2020.08.11 15:53 raposi42 SOU A BABACA POR BEIJAR ACIDENTALMENTE A NAMORADA DO MEU MELHOR AMIGO E FICAR COM RAIVA DELE?

Olá Luvas Foinochute, gatitas, editores, seres animados e desanimados do estudio do Luvas e turma que está a ler. Essa é uma história que faz tempo que quero compartilhar na turma feira, mas se não chegar no Luvas espero que ao menos alguém faça um haha ou solte arzinho pelo nariz lendo.
Então vamos lá Em 2016, conheci um amigo online através de um grupo de RPG, mas eu morava do outro lado do RS, então ficamos conversando só por mensagem por um bom tempo. O chamaremos de Calrs. Eu acompanhei os namoros e terminos dele e ele acompanhou os meus, e assim, ficamos muito amigos chorando no ombro um do outro e jogando juntos. Em 2018 eu fui morar na mesma cidade que ele (onde ja tinha morado antes) e finalmente nos conhecemos pessoalmente. Nessa época ele ja estava namorando uma menina há algum tempo e estavam muito bem juntos, e eu tinha avompanhado a distância o começo desse namoro. Foi muito fofo, de verdade. Vamos chamar ela de Carlsa. Eventualmente, ele me apresentou a um grupo de amigos dele, onde conheci meu namorado. Tudo era flores e felicidade ate que as coisas começaram a ir mal com o meu namorado e nos terminamos, mas naquelas de continuar amigos. Nessa época era final do ano e era pra ter a última sessão de RPG do ano, onde era muito óbvio que o meu ex estaria, mas eu decidi ir mesmo assim. Nessa época tambem, eu e a Carlsa tinhamos nos tornamos amigas e estavamos jogando juntas naquela mesa. Em um dado específico momento, estavamos ambas de pé, lado a lado, de ombros encostados, olhando algo na mesa, e nos viramos para nos olhar ao mesmo tempo. ACIDENTALMENTE (muito importante registrar) eu dei um SELINHO nela. Um selinho. Sabe selinho que as pessoas dão ate pra se cumprimentar? Esse selinho. Talvez valha ressaltar aqui que sou bissexual (mulher) e que eu realmente gostava muito da menina, mas eu nunca tentaria nada com ela, ate pq já via ela como uma irmã. Claro que a gente quase morreu de vergonha e fugiu cada uma pra um canto. Até ai acho que tava tudo bem. O problema foi no dia seguinte. Naquela noite, eu estava um tanto incomodada com a presença do meu ex, e quando eu fui embora, ele disse que me levava. Eu disse que não precisava, mas como ele insistiu, eu aceitei. Não ia precisar pagar uber ne. Ele me levou e é óbvio que eu não me estressei, pq eu sou uma pessoa muito calma. O pior foi dormir e acordar com uma penca de mensagem do Calrs por que eu tinha "beijado" a namorada dele e que ele não podia mais confiar em mim. Primeiro eu pedi desculpas e tentei explicar que foi um acidente, mas ele disse que não ia mais poder confiar em mim. Depois ele me falou que a Calrsa teve uma crise de ansiedade por causa daquilo e que a culpa era minha. Aparentemente, ela contou e alguem que viu a cena tambem falou e fez parecer que eu tinha feito tudo de propósito so por que ele não estava olhando. Assim eu perdi contato com aquele grupo por um bom tempo. Com o tempo eu fiquei com raiva dele por ter jogado nossa amizade no lixo daquele jeito por causa de um acidente ridículo desses, e depois eu so fiquei triste por ter perdido um grupo inteiro de amigos de uma só vez. Hoje em dia eles ainda namoram e ambos estão muito bem, e eu fico feliz por eles. Ate voltei a ter contato com esse grupo de RPG, meu ex acabou por se tornar meu amigo mesmo apesar de tudo que aconteceu, mas nunca mais foi a mesma coisa. Hoje me sinto extremamente deslocada com eles, como se não fosse bem vinda naquele grupo, mesmo sabendo que deve ser só paranoia minha, sinto que estão todos contra mim de alguma forma, mas ainda é meu único grupo de amigos nessa cidade.
Enfim, fui a babaca por ter beijado a namorada do meu amigo e guardado rancor pelo jeito que ele me tratou depois?
submitted by raposi42 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.08 08:17 Peixefaca Serei o babaca por cortar relações com o meu pai?

Irei começar desde o início, ou seja, desde a infância do meu pai para contar as coisas por ordem cronológica e também contar os dois lados.
O meu pai foi o último de 6 irmãos, isto nos anos 70 que em Portugal foi durante a ditadura. A vida nunca foi muito fácil para a família. No aniversário do meu avô, ele tinha ido ao centro da cidade para comprar bilhetes da seleção de futebol da localidade... o meu avô foi de bicicleta e um bêbado a conduzir, atropelou-o e o meu avô faleceu. O meu pai tinha somente 3 anos, uma mulher com 6 filhos para cuidar sozinha nos anos 70. O meu pai nunca teve um pai propriamente dito porém o meu tio mais velho foi a figura paternal do meu pai e da família, era ele que trabalhava para sustentar a casa, era ele que batia nos meus outros tios quando eram apanhados a fumar e etc. Quando o meu pai tinha 14 anos, o meu tio (com 23, creio) suicidou-se de uma linha de comboio/trem. O meu pai nunca teve uma figura paternal desde então. Depois disso, vários dos meus tios, sem supervisão parental, começaram a consumir drogas e isso inclui o meu pai que aos 14 também, largou os estudos para ir trabalhar. Passaram-se alguns anos e ele mudou o rumo. Largou as drogas, andou numa clínica de reabilitação e arranjou um emprego, nuns anos avante, ele conheceu a minha mãe e aqui estou eu.
Agora que apresentei a história dele, passemos à minha. O meu pai sempre foi bastante ausente, quando eu era criança ele chegava sempre cansado e mal estávamos tempo juntos, ele gritava quando eu cobrava a atenção dele e nunca tivemos uma ligação forte, dado que ele não prestava o mínimo de atenção à família porque achava que sustentar financeiramente era o suficiente. Com os meus 6 anos, o meu irmão nasceu e o meu pai ausentou da mesma maneira. Passou-se um ano e os meus pais separaram-se, a minha mãe foi muito forte porque o meu pai virou grande parte do círculo social dela contra ela, e ainda tinha que sustentar dois filhos! Passaram-se 3 anos e eles resolveram os desentendimentos e juntaram-se. Vale realçar que esses 3 anos eu senti-me livre de medo, o meu pai sempre gritava e intimidava. A minha irmã nasceu e o meu pai não aprendeu nada... Agora, irei realçar pontos importantes para prosseguir a história: o meu pai sempre me deu uma educação machista: mulheres não podem usar roupa curta, gays são doentes e Deus é tudo, obrigava-me a ir na igreja e diminuia-me à frente da família e amigos. O meu pai normaliza bastante assédio, pratica-o e deixei de sair com ele porque não queria ser visto como igual. Por grande parte da minha vida eu fui homofobico e machista, eu fazia "piadas" com meninas que as deixavam mal, até hoje culpo o meu pai, pois eu era uma criança na altura. Por causa dessa inferiorização, virei uma criança tímida e cheia de medo dd ser julgado, atualmente ainda me causa alguns transtornos mentais. Aos meus 14 anos, fui diagnosticado com cancro (linfoma) no último estágio com metástases nos ossos e a se iniciarem nos pulmões. Foram meses muito duros, tive que ficar fechado em casa por 6 meses (é pessoal, essa quarentena é meio leve pra mim) porque eu tinha a imunidade super baixa; na altura eu não tinha nada com que me entreter e queria jogar com amigos meus, achei boa ideia conversar com os meus pais em comprar um pc gamer, a minha mãe hesitou mas o meu pai começou a gritar e chamar-me de ingrato, levantou-me mão e empurrou-me pra trás. Não basta dizer que passei o resto da quimioterapia isolado, né? Depois disso este tipo de discussões foi mais habitual porque desde aí que comecei a me revoltar. Depois dos tratamentos terminarem (sim pessoal, até hoje estou bem :3) decidi dar um novo rumo à minha vida, nos estudos e etc. Mas ele provocava-me sempre e ele tentava me bater. Houve uma vez que a minha mãe se colocou na frente para não me bater e ele complementa empurrou-a. Desde aí decidi não usar mais o nome do meu pai na identificação, só o da minha mãe. Há um tempo considerável que conheci uma menina incrível, começámos a namorar e escondi por bastante tempo por causa da minha família porque eu tinha a certeza que o meu pai iria usar o namoro para me atacar. O inevitável aconteceu, ele soube e veio dar uma de "pai" a dar conselhos de namoro como: "nunca a deixes ter poder", "tu és o dono da relação ", "não deves te importar como ela se sente, pois ela vai te usar". Mais tarde, numa discussão que já nos é habitual, ele disse "vou destruir o teu namoro", "nem sei como ela namora contigo". É por este tipo de coisas que ocultei o namoro. No meu aniversário, a minha namorada deu-me um livro personalizado com todas as nossas memórias, foi bastante caro (amor, se estiveres a ver isto, peço desculpa por ter visto o preço <3). O meu irmão estava a bater na minha irmã enquanto ela chorava baba e ranho, o meu pai ficou no sofá a ouvir aquilo sem fazer nada (a minha mãe tinha saído). Fui lá e comecei a discutir com o meu irmão, ele foi buscar o livro que o meu amor me deu e rasgou-o. Aquilo destroçou-me. O meu pai chegou e começou a rir, colocou as culpas em mim e falei na cara que era um pai de merda, que mais valia eu não ter nascido dele e que por mim ele iria embora. O prólogo não interessa, foi o habitual. Planeio cortar relações com ele quando eu fizer os 18.
Na minha opinião não o consigo culpar, pois ele não teve educação mas não sou obrigado a ter a vida destruída por causa dele. Serei um babaca por cortar relações com ele?
submitted by Peixefaca to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.01 17:52 Natalia_Richarde2020 O DIA QUE FUI AMEAÇADA DE MORTE PELA EX

oi luba, turma, gatas maravilhosas, papeis assassinados, editores e possível convidado (que quase nunca tem), hoje vou contar minha triste historia de como fui corna e traída por amigos. bom luba essa é a minha primeira vez participando e espero muito que goste da historia.
ps: estou repostando, pq a anterior tinha alguns detalhes faltando e alguns erros de português ( me perdoe se ainda conter alguns), mas sem delongas vamos a historia.
Eu tinha uma amiga e a gente era bem próximas no período do ginásio e aí quando fomos para o 1° ano do colégio (2015) foi quando eu conheci um menino e a gente sempre foi próximos e por mais que ele trocava de turno na escola (por conta de trabalho),mas isso não interferia nossa amizade e nessa época ele começou a namorar essa amiga minha e cara eu shippava eles pra caralho e sempre apoiava e tudo mais, mas quando foi no 3°ano do colégio (2017) eu e esse meu "amigo" ("amigo" pq eu considerava ele mais um irmão) a gente caiu na mesma sala e aí ele sempre me pedia conselhos sobre o namoro pq segundo o que ele me contava, ela era muito infantil no namoro e tinha ciúmes demais e ainda tinha ciúmes de mim e tipo sempre dei conselhos para ele conversar com ela e assim se resolverem e essa amiga minha em vez de chegar em mim e perguntar as coisas para mim, ela simplesmente mandava outras pessoas perguntar sobre minha relação com o namorado dela e bom sempre fui sincera e sempre falei que considerava ele como meu irmão e que eu e ele não tínhamos nada. Mas ela sempre vinha com as criancices e tudo mais e depois dele passar o ano todo nesse chove não molha ele pediu mais conselhos para mim sobre e eu já tinha dado vários conselhos e o namoro deles não melhorava e o mais sensato quando isso acontece é o término (principalmente quando o diálogo não funciona mais) e aí eu falei para ele que se não tinha jeito que ele terminasse com ela, pq eu não queria o meu irmão sofrendo e assim ele fez e nisso começou o inferno, pois, ele começou a ficar com uma outra amiga nossa e ela começou a xingar eu e essa menina para o colégio todo e sempre quando alguém ia tirar satisfação, bom se fingia de que não tava fazendo nada e que os outros queria envenenar ela para nó,s blz os dias foram passando e aí eu e ele começou a ficar mais próximos, pois a gente cantava no mesmo ministério e aí a gente acabou começando a ficar serio e após 1 mês e começamos a namorar e aí a ex dele veio de mimimi para o meu lado sobre ele e dizia que ele amava ela ainda e aí eu contei que a gente tava namorando e tudo mais e que ele já tinha esquecido ela e que era pra ela seguir a vida dela(maldita hora que fui falar isso) essa menina começou a nos perseguir e nesse meio tempo conheci uma menina (meu namorado que apresentou ela)e ela se tornou uma irmã e ela sempre me ajudava em tudo ( guarde essa "melhor amiga/irmã", pois ela é importante), bom essa ex dele começou a nós perseguir e me atormentar e vindo conversar comigo no whatsapp (na maioria das conversas era nós duas brigando) e vinha postando indiretas para mim (e eu como uma boa pessoa retribuía as indiretas, com outras indiretas) e nessa época eu trabalhava e meu namorado sempre ia lá e passava um tempinho lá para me ver, mas teve um dia que ela viu ele lá e foi lá e sentou do lado dele e começou a me provocar tirando fotos dele e postando com legendas fofas e logo depois ela foi na mulher que cuidava do caixa e era amiga dela (essa mulher era bem próxima minha, era quase uma mãe no trabalho, foi ela que me ensinou tudo e me ajudou com tudo sempre, ou seja ela sabia da historia e ela iria me defender e me contar) e essa garota começou a falar que eu tava atrapalhando o namoro dela com ele e falando outras coisas além disso e tentando me envenenar para ela e meio que querendo que eu perdesse meu emprego, mas essa mulher já sabia da verdade e apenas acalmou ela e falou que se ela namorasse ela o pq de quando ele caiu de moto eu que estava lá do lado dele no hospital e não ela e quem cuidou dele foi eu e não ela e outras coisas e nisso ela saiu e a mulher veio conversar comigo e falar o que ela tinha falado e nisso eu comecei a chorar e tudo mais, pois meu psicológico tava totalmente abalado e estava totalmente frustada com tudo ( e também tinha medo dessa menina fazer eu perder meu emprego, pois era meu refugio aquele trabalho e por mais que era difícil lidar com as pessoas, aquele trabalho me fazia esquecer dos problemas em casa e no pessoal) e aí passou um tempo e ela ainda estava atormentando e um certo dia ela veio falar para ele que tava grávida dele (pois eles tinha feito fuc fuc 1 mês antes da gente começar a namorar ou seja, quando a gente estava ficando serio) e aí ele veio até mim e me contou tudo e eu perdoei ele e aceitei ele mesmo tendo um filho com ela e que estaria aqui para ajudar ambos no que precisar e umas horas mais tarde ela apareceu e começou a forçar ele a terminar comigo e ele falava que não ia terminar e ela ficava insistindo e aí eu perdi a cabeça e comecei a discutir com ela no meio da praça e todos olhando (puta vergonha que passei), mas aí como eu vi que ele não estava bem parei de discutir e ele foi conversar com ela e até que conseguiu fazer ela ir em bora e ai ele decidiu não assumir a criança, porém ajudar financeiramente ela e ela não aceitava essa ajuda nossa e fazia altos dramas ( de como ia ser o filho dela sem pai presente e tudo mais) e até que um dia a gente fez ela fazer exame para a gente realmente saber se era verdade a gravidez (como ela tinha uma certa fama de destruir relacionamentos dos outros, a gente foi ter certeza se procedia a história) e aí no dia que eles marcou os exames, meu namorado ia com ela neh, porem ela não esperou ele e tirou sangue sem ele e isso aí já fez a gente suspeitar da procedência do exame (pq o laboratório não era tao confiável), mas aí passou uns dias os resultados chegaram e dizia que ela tava realmente grávida e ainda sim existia a dúvida de ser dele e ela ainda continuava infernizando a gente e aí sempre que eu pedia conselhos para aquela "amiga" minha, ela sempre falava para mim terminar com ele e nunca me apoiava e tudo mais e isso me fez ter um pulga atrás da orelha sobre fidelidade dela (mesmo ela falando que ele não fazia o tipo dela, pq ela pode estar mentindo e a fama dela não era tão boa assim, tanto que tinha vindo pessoas me alertar sobre ela) e comecei a ficar esperta, pq meu namorado sempre que a gente ia sair ele gostava de passar na casa dela e tudo mais (e também comecei a ficar alerta, quando meu cachorro avançou nela, sendo que ele é amoroso e tem teorias de que cachorro tem o sentido de descobrir que não tem boas intenções e isso já me deixou encafifada e também teve um dia que a gente foi na casa dela e eu meio que me senti excluída ) e aí um dia a gente marcou de ir eu, meu namorado e a ex dele para a gente sentar e conversar sobre e bom esse dia chegou e após muita discussão ele me escolheu e ela não queria aceitar e começou a fazer chantagem e ainda mandando indiretas para mim por celular e a gente discutia sempre no whatsapp e aí teve um dia que ele foi por um ponto final e aí ela me ameaçou de morte e tudo mais (pse ele gravou um áudio sem ela perceber e ela me ameaçava e falava que se ela não podia ficar com ele, que eu não ia ficar e que ela poderia ir pro inferno por me matar, mas ela não se importava) e quando descobri isso fique desesperada e com medo e com raiva por ele nunca por um ponto final e tudo mais e isso tava me fazendo perder muito cabelo e eu ter crises de ansiedade, pois estava aguentando essa barra toda sozinha, pois não tinha apoio de ninguém (minha mãe sabia do namoro, porém nunca fui de dividir os problemas com ela e ela amava meu namorado) e aí um dia a ex dele teve um aborto espontâneo e aí ela parou de nós infernizar (esqueci de falar que ela sempre falava que ele só está a comigo para fazer ciúmes nela e tudo mais kkkk sendo que ele odiava ela) e aí a gente começou a ter paz, porém ele começou a ficar mais distante (ele falava que eu era a que tava distante, sendo que eu sempre fazia textinho e ele sempre falava as mesmas coisa que ''ele estava surpreso e não sabia o que dizer'' e demais desculpas esfarrapadas e até gastei 150 reais em uma aliança nova, pois eu tinha perdido a outra numa viagem e cara sempre fazia surpresas eu dava 100% de mim e ele nem 50% dele e isso me deixava muito triste e insegura comigo mesma) e um dia ele foi trabalhar em uma festa e aí ele me traiu com uma outra amiga nossa e ele falou que não foi culpa dele e que a menina que tinha beijado ele e tudo mais (e eu a trouxa perdoei)(esse rolo todo foi em 2018) e aí o ano passou e faltando 2 semanas para acabar fevereiro de 2019 ele me pediu um tempo e nesse período aquela minha "amiga" começou a postar fotos com ele com legendas fofas e tudo mais e era todos os dias praticamente e aí eu me afastei dela e aí nesse período saiu o resultado do meu vestibular e eu consegui passar aonde eu queria e aí eu e meu namorado marcou de conversar e resolver o nosso namoro (pq eu tava quase indo para outra cidade por causa da faculdade) e a gente foi no dia que a gente completava 1 ano de namoro e aí ele chegou deu feliz 1 ano e aí começou a falar que me amava,mas que ele tinha medo de eu ir para outra cidade e trair ele ou conhecer alguém melhor que ele e tudo mais (sendo que qualquer babaca seria muito melhor que ele e serio eu trair ele? esses medo era pq ele era o infiel da relação)e aí ele falou que se eu queria terminar com ele e aí eu falei que seria melhor a gente terminar, pq se pra ele nosso relacionamento a distancia não ia funcionar, então para que continuar e aí ele veio me abraçou e começou a chorar, porém percebi que aquele choro não era muito verdadeiro e aí eu chorei vindo para casa, mas era um choro dele alívio e um pouco triste por ter que contar para minha mãe que a gente tinha terminado, pois como a gente terminou eu estava tranquila que eu não iria sofrer mais e assim iria para outra cidade e não precisarei conviver com aquelas pessoas e aí alguns meses após o término meu ex veio conversar e pedir desculpas por tudo que ele tinha feito e pedir uma segunda chance, pois ele tinha se arrependido de tudo (pq ele tinha namorado e essa menina tratou ele tão mal, quanto ele me tratou e aí ele se deu conta das merdas que ele fez com quem realmente amava ele e que sempre cuidou e quis seu bem), porém após esse término eu comecei a ter mais alto estima e perceber que eu merecia alguém muito melhor e que ele e aí eu naturalmente dei um fora (ele começou a falar coisas do tipo ''você fazia cursinho fora e você acha que eu não iria desconfiar de algo'', insinuando que eu tinha traído ele e eu me estressei e comecei falar e por pra fora tudo e ai ele viu o quão errado ele estava) e uns dias depois um amigo meu veio me contar que esse ex meu tinha ficado com essa "amiga" minha um pouco depois que a gente terminou e eu fui e perguntei para ele e ele me confirmou e aí eu cortei minha amizade com aquela "amiga" e aí ele queria continuar a amizade comigo e eu aceitei, porém sempre fui fria e aí ele veio reclamar que eu não era a mesma e que eu estava fria com ele e aí eu falei que depois de tudo ele queria ainda que eu fosse igual com ele e fingisse que tava tudo ok e aí ele parou de falar comigo, por atualmente eu já os perdoei e queira que ele sejam feliz, contei para minha mãe os reais motivos de eu ter terminado com ele uma semana depois de ter me mudado para outra cidade, pq eu não tinha coragem de contar cara a cara e aí lubinha atualmente eu encontrei alguém que realmente me ama e me valoriza do jeito que sou e sempre me anima e sempre está disposto a tudo por mim, tanto que foi ele que me apoio a vir contar para você essa historia (eu e ele te assiste e então sempre que a gente joga a gente usa algumas frases suas), bom lubinha tenho algumas prints das conversas e queria muito poder deixar aqui para você ver, mas não sei como faz para colocar kkkk, a já ia esquecendo de contar que essa ex namorada dele sempre tentava fazer meu amigos se virarem contra mim, porem não conseguiu e então é isso lubinha essa é minha historia de quando fui traída em um relacionamento e em amizades . bjs lubinha e obrigada por todas as noites de diversão que você me proporciona (principalmente com o quadro nice mendigos e sempre coloco eles quando estou com crise de ansiedade ou insonia, pois me ajuda a acalmar e dormir) e caso queira julgar quem foi o babaca da historia pode ficar a vontade (apesar de eu achar que todos foram kkkkk). é isso lubinha,bjs e desejo todo o sucesso do mundo para você, seus editores e turminha. então é isso bjs lubinha, amo você.
submitted by Natalia_Richarde2020 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.30 06:41 oLindL Uma velha amiga disse que me ama.

Éramos muito amigos no passado, crescemos juntos e passávamos o tempo todo juntos, tudo que um fazia o outro estava. Foi passando o tempo e fomos ficando mais velhos, íamos em festas juntos e tudo mais. Mas eu amava ela, e ela sabia mas fingia que não, ela sempre ficava com alguém na minha frente mesmo sabendo que eu gostava dela, mas quem sou eu para impedir? Então eu só abaixava a cabeça e seguia com minha vida. Eu ficava com outras garotas mas era ela que eu amava. Eu sofri muito por causa dela, já me declarei uma vez e acho que ela ficou comigo por dó, ela ficava com alguém e parece que tinha prazer em me contar, até que um dia eu cansei e resolvi de vez esquecê-la. Foi aí que conheci minha esposa.
A 6 anos atrás resolvi levar minha ficante (esposa atualmente) a uma cidade onde nossa galera passava o carnaval junto, lá eu pedi ela em namoro e tudo isso na frente dessa minha amiga. Na hora não achei que seria nada demais porque ela já fez isso várias vezes comigo e ela não sentia nada por mim também (e não fiz por vingança, ela já sabia que estávamos ficando). Minha amiga começou a agir de maneira estranha e me tratar com "carinho demais" na frente da minha esposa, eu pedi pra que parasse e respeitasse pois as coisas não eram assim mais, ela reclamou e foi grossa comigo, mas acho que era ciúmes, (sem contar que elas viraram inimigas mortais por causa disso) e ela parou. Com o tempo fomos nos afastando até perdermos contato, apesar de morarmos perto até hoje.
Então 6 anos se passaram e ela veio me parabenizar pelo meu filho ter nascido (três meses depois do nascimento) e que tinha ficado triste por não saber da minha boca. Eu agradeci e do nada ela começo a desabafar. No fim das contas ela disse que seu maior arrependimento foi não ter dado uma chance para nós dois e disse que me ama até hoje, ela me disse que no fundo ela sente que eu não estou feliz, e que eu deveria ser feliz com ela. Ela falou que está super triste pois tem que escutar da boca da mãe que a culpa de nós dois não estarmos juntos era totalmente dela.
Sou muito feliz no meu casamento e não desejo mal a ninguém, mas por tudo que aconteceu ela só tá colhendo aquilo que ela plantou.
submitted by oLindL to desabafos [link] [comments]


2020.07.27 05:07 sim_meu_nome_e_Leite Eu sou uma babaca por enrolar pra sair do armário?

Oi Luba, gatas, editores, gatas, restos mortais de papelões, Pekeanu Reeves, gatas e turma que está a lever. A história é meio longa, então peço que tenham um pouco de paciência, se possível.
Eu sou bissexual (21, menina). Tirando meu irmão mais novo (19) e minha mãe (51), ninguém mais na minha família (eu acho) sabe. Eu sempre fui bem tranquila sobre minha sexualidade e nunca fiz nada demais a respeito da minha família para fazer que eles saibam, pelo menos até meu primeiro relacionamento sério. Eu tinha 19 anos na época e ela era bem mais velha (25 anos no começo, mais ou menos 7 anos de diferença), nos conhecemos na universidade: Ana (não é o nome dela, mas é o que vou usar) era aluna do curso de mestrado e eu uma bolsista do mesmo grupo de pesquisa da área dela, então eu meio que era responsável por montar os experimentos, auxiliar na instrumentação, produzir alguns artigos, etc... Eu acabei indicada para auxiliar a tese dela e meio que rolou no laboratório mesmo (outra história). Começamos a sair.
Namoramos por 1 ano e 3 meses. Por volta do quarto mês de namoro, eu "saí do armário" porque eu não achava que seria uma grande coisa. Foi meio complicado, meu irmão teve uma reação do tipo "EU SABIA" e minha mãe, bem, ela surtou. Ela exigiu que eu terminasse e parasse com toda a coisa de "sapatona", que tudo era culpa do Dani (meu melhor amigo, aliás ele é abertamente gay) que ele me """contaminou"""" e por aí vai.
Nunca fui 100% próxima dos meus pais, eles eram muito controladores e um tanto entitulados, especialmente comigo e minha irmã mais velha. Saí de casa aos 16 e moro sozinha desde então, pago minhas próprias contas, tenho meu próprio emprego, faço a federal do meu estado e basicamente eles não tem muito haver com a minha vida. Só mantinha contato por causa do meu irmão mais novo, que francamente é meu maior orgulho. No caso dos meus tios, primos e primas, se eu visse eles mais de duas vezes ao ano seria um milagre.
Demorou mais de dois meses para ela voltar a falar comigo e permitir que eu visse o Davi (meu irmão). Ela disse que iria ignorar tudo aquilo com três condições: Não influenciar o Davi, não contar ao restante da família (especialmente meu pai) e levar somente meus "relacionamentos de verdade" para casa (traduzindo, eu só poderia trazer para casa meus namoros heterossexuais e pelas proprias palavras dela: "deixar a put**** fora de casa"). Do contrario, ela nunca mais iria permitir que eu visse meu irmão.
Sinceramente, eu não me importei. Davi e Dani era minha única família de verdade e eles me apoiavam, então estava bem feliz apesar da situação tensa. Sem contar que ele tinha 17, logo faria 18 e já planejávamos que ele se muda-se para minha casa. Expliquei a situação para minha namorada e, surpreendentemente para mim, ela ficou livida (p***) por eu me submeter a esse tipo de merda.
Nós discutimos MUITO. Levou cerca de uma semana para voltarmos. Basicamente, ela achava melhor eu confrontar a situação toda. Eu achava injusto passar por toda aquela dor de cabeça, se eu poderia esperar alguns meses para meu irmão completar 18 e vir morar comigo e então mandar meus pais para aquele lugar. Ainda por cima ela mesma também não era assumida e estava exigindo que eu fizesse basicamente a mesma coisa que ela se recusa a fazer á anos. E eu dizia isso para ela, Ana só dizia que "é diferente" e "para você é mais fácil", por aí vai.
Eu não queria arrancar ninguém do armário. Não precisa ir muito longe na internet para ver os relatos desse tipo de processo que pode ser bem complicado. Eu não exigia que ela me assumisse ou algo do tipo, então na minha cabeça pelo menos, já que eu não exijo isso não teria porquê ela exigir de mim.
Ela insistia que era diferente, que a família dela era mais complicada que a minha (a família dela era beeeem religiosa, já a minha era só conservadora mesmo) que eu não ligava para meus pais e que era fácil.
Mesmo que eu não ligue sobre o que eles diriam sobre minha sexualidade, não é como se tudo que eles dissessem sobre mim não me afetasse. Além disso, toda a confusão seria incrivelmente tensa para o meu irmão, por mais que eu não seja fã dos meus pais, ele os ama e colocar um garoto de 17 anos em uma situação em que ele teria que "escolher um lado" entre parentes que ele ama não é exatamente o conceito de saudável.
Enfim, apesar de toda confusão, botamos uma pedra no assunto e o encerramos. Mesmo assim o clima ainda era estranho e a bolha estourou no natal do ano passado.
Eu mandei algumas mensagens privadas para ela, já que cada uma ficou com sua família no Natal. O pai dela leu as mensagens. Obviamente, as coisas não foram nada boas. Recebi uns áudios bem assustadores dele. Ele é um PM aposentado então eu me caguei um pouco, confesso. Alguns dias depois na véspera do ano novo, nós terminamos.
Meu irmão e eu moramos juntos hoje em dia (atualmente ele têm 19). Por volta de março desse ano um cara se moveu para o apê da frente, com a quarentena passamos a nos esbarrar bastante e começamos a namorar, o namoro vai muito bem aliás.
De alguma forma, minha ex soube e me mandou algumas mensagens (já fazem mais de 7 fucking meses que terminamos). Ela disse muita coisa, a maioria eram um monte bosta, mas uma coisa que ela disse ficou na minha cabeça: Se você tivesse insistido mais com seus pais nós ainda estaríamos juntas.
Bem, isso está na minha cabeça já faz uns dias e eu realmente não sei o que pensar. Meu irmão concorda em parte com ela, e que eu realmente deveria ter insistido mais naquela época e dado uma chance para ver a reação de todo mundo, ao invés de excluir todos de uma vez com exceção dele, mas o que foi, já foi e que eu deveria focar nas coisas de agora.
Bem, eu não tenho quase nenhum contato com meus pais hoje em dia. Não sei qual foi a primeira reação do meu pai e do resto da família, mal sei direito se eles tem alguma ideia. Da feita que o Davi completou 18 fizemos a mudança e não me preocupei em manter contato, disse para minha que ela poderia contar ou não, até agora me parece que ela escolheu não contar. Ele ainda ver nossos pais obviamente
Eu sou uma babaca?
📷ResponderEncaminhar
submitted by sim_meu_nome_e_Leite to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.25 03:23 meguel40028922 SOU BABACA DE TER "IGNORADO" A MINHA "AMIGA"?

Olá luba, gatas, pets da turma, turma, e possível convidado ent minha história é essa:
Esse ano eu mudei de escola por any motivos mais vamo lá já no meu primeiro dia eu conheci algms alunos novos e tals ai eu e eles fomos virando amigos eu fui me aproximando de outro grupinho de alunos novos e velhos na escola aí foi aí naquele grupo eu virei mt amigo de uma menina vamos chamar ela de CARLS pq dps que eu e aquele grupinho fomos no shopping eu e a carls fomos nos aproximando e tudo isso aconteceu em fevereiro aí em março eu e a carls viramos mt amigos e a gente se falava todos os dias eu tava mt bem comparado a 2019 (O pior ano da minha vida mais fica pra outra história) mas de vez em quando eu tinha umas "recaídas" eu ficava mal com tudo comigo com a minha vida e eu nn prestava mta atenção no meu celular aí de vez em quando eu dava um vácuo em uma pessoa sem querer dps eu explicava e tals aí chegamos no terrível 5 de junho q eu tava em desses dias e a carls me mandou um áudio (isso em uma sexta feira) e eu cliquei sem querer no marcar como lida na barra de notificação aí eu pensei depois eu ouço aí deixei o celular de lado e fui fazer minhas coisas ai dps eu voltei pro meu cell pq me mandaram um monte de mensagem aí entrei no Whatsapp vi as conversas e sai não deu 2 minutos a carls me manda mensagem puta pq eu nn respondi e tals e naquela hora eu tinha brigado com o meu pai ai eu falei "ai amiga eu tô mal pq briguei com o meu pai" ai ela falou "e oq eu tenho a ver com isso?" Sendo q TODOS os problemas q ela tinha com a mãe sla eu ajudava eu fica conversando com ela e qnd eu briguei com o meu pai ela nem liga aí eu expliquei tudo certo e ela nn me respondeu o dia todo aí eu pensei a ent tá nn vamos conversar aí no domingo eu fiquei pensando nisso e fiz um texto gigante falando de TUDO de ruim q eu tava passando e tals e tbm falei q eu nn tava tentando tirar a culpa de mim eu sei q eu fui "descuidado" com todos os meus amigos ai ela nn me respondeu aí na terça eu e o grupinho q eu já falei estávamos conversando no Whatsapp e fazendo teste do buzzfeed aí eu mandei três testes e a carls falou "mnn pra de mandar teste tá chato faz só vc" aí eu coloquei mais só foram três e uma figurinha aí ela colocou "haha mt engraçado 😐" aí eu fiquei tipo Mano precisava? E tava todo mundo fazendo os quizes e mandando resultado aí outra amiga do grupinho vai ser a sarls me mandou uma mensagem aí como eu tava com sdds dela a gente ficou conversando aí eu contei oq tinha acontecido entre eu e a carls e ela ficou do meu lado no início mais aí do nada ela me bloqueou e outra amiga tbm bloqueou e dps por outra amiga eu descobri q a carls tinha falado pra sarls e pra outra amiga q eu ia ficar grudento nelas e falou q era melhor elas me bloquearem aí eu falei com a outra amiga no insta e ela foi super grossa aí eu desencanar disso aí dps eu comecei a voltar a falar com o meu mlr amigo(Q tava sem cell) q já "namorou" a carls por um tempo aí eu contei toda a história e ele ficou mt bravo com a carls por isso e por que no namoro a carls fingia gostar do meu mlr amigo aí ele foi falar com a carls e aumentou algumas coisas exagerou mas pq ele tinha ainda ressentimento do "namoro" é a carls me desbloqueou e veio falar um monte q eu tinha distorcido os fatos q eu tinha colocado ela como a vilã aí eu expliquei tudo pra carls q ele ainda tava mal do "namoro" aí a carls tipo Okei legal e me bloqueou de novo ai agr 2 semanas depois de tudo eu e o meu mlr amigo brigamos com basicamente todos os nossos amigos e só tem eu e ele e eu tbm me sinto mal de vez em quando.
eu sei q a carls assiste a salrs tbm e se estiverem desculpa por isso
Ent turma é isso desculpa pelo texto longo Mais ent eu sou o babaca por ter dado o vácuo nela? Edit: desculpa pelos erros de português
submitted by meguel40028922 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.21 21:02 N4T5UME Ele voltou e não sei o que fazer

A história é meio longa, mas vou tentar resumir. No ensino médio, mais especificamente em 2018, eu tinha um melhor amigo muito próximo, tipo muito próximo. Aquele tipo e amizade que você não precisava falar, ele já entendia, a gente se comunicava até por gestos. A gente sempre se gostou, só que eu namorava e não sabia que ele gostava de mim tbm. Lá para o final de 2018, eu terminei meu relacionamento (que era tóxico e abusivo), nisso acabei descobrindo que ele tbm gostava de mim, mas tinha acabado de começar a namorar. Mesmo assim eu ainda queria ser só amiga dele, até que ele pede um tempo no namoro, pra pensar, nisso a gente acaba ficando. Depois disso, ele disse que ficou confuso e que queria esquecer de tudo e que deveria seguir a vida com Menina A (vou chamar ela assim). Isso me magoou muito, porque passamos por muita coisa juntos, e magoou nossa outra melhor amiga tbm (ela não sabia dessa história até então). Chegamos em 2019, eu entrei na faculdade em outra cidade (uns 200km de distância dele) e ele simplesmente sumiu, ficamos eu e a minha amiga, ela sempre se questionando porque ele tinha ido e eu sempre com muita vergonha de contar a história toda. No meio de 2019 ele volta, pedindo desculpas, querendo voltar a ser nosso amigo (Ele disse que tinha tentado se matar, e realmente tentou, estava em um relacionamento abusivo com a Menina A), durou uma semana, ele disse que não podíamos ser amigos e sumiu de novo. Depois disso, a minha amiga ficou muito abalada e a gente perdeu o contato aos poucos (descobri mais tarde o motivo) Ele volta de novo no final de 2019, logo depois do meu avô morrer, dizendo que sente pela minha perda, que queria estar comigo, a gente volta a se falar um pouco, ele diz que a Menina A fugiu da casa dela e está morando com ele, que ela tenta se matar quando ele tenta terminar, ele diz que tem medo de acontecer alguma coisa e que não consegue sair disso. Depois some de novo. (Caralho né) Então meus amigos, não acaba aí, ele volta de novo em Fevereiro desse ano, nisso a minha amiga (a do ensino médio) volta a falar comigo, pedindo desculpas por ter sumido, ela disse que nesse tempo ela teve muitas recaídas e que estava fazendo tratamento com psicólogo e psiquiatra, inclusive tomando remédios, fiquei feliz por ela estar se tratando e triste por não ter dado o apoio devido, mas pelo menos ela se importou o suficiente comigo pra voltar (nisso eu contei o que tinha rolado com o cara que sempre vai e volta, ela também era melhor amiga dele, tinha direito de saber). Voltando ao cara que voltou, ele disse as mesmas coisas, botou uma puta pressão psicológica e sumiu, ele só veio, fudeu geral e sumiu. Agora eu termino, juro. Ele voltou de novo nessa semana, dizendo que terminou com a Menina A, e que se sentia mal por ter me tratado daquela forma, disse que sentiu como se tivesse jogado 2 anos da vida fora, a Menina A fez ele excluir tudo, todas as fotos e contatos dele (inclusive das primas de sangue, por puro ciúme) ele não podia ter redes sociais, nem ver mais filmes. Me pediu perdão e disse que queria voltar a ser meu amigo. Eu sinceramente não sei o que fazer, eu já dei tanta brecha, que meu coração fechou, perdoei ele, não sou de guardar rancor, mas ao mesmo tempo que não quero mais falar com ele o meu coração pesa. Minha amiga já mandou ele ir se foder, que não quer mais ser amiga dele e que nunca mais quer ver ele. Hoje ela é a minha melhor amiga, ele foi um fdp com gente, não discordo com ela.
É isso galera, tô perdida, muita coisa tem acontecido na minha vida e não sei o que seria mais certo a se fazer, se alguém leu muito obrigado, tô aceitando conselhos e opiniões.
(Caralhow, tá enorme, desculpa galera)
submitted by N4T5UME to desabafos [link] [comments]


2020.07.19 00:59 secretjdr Insegurança na relação

Namoro há um ano, estou sem ver minha namorada há 4 meses por conta do corona, mas desse último mês pra cá tenho sentido muita insegurança. Penso que ela vai me trair ou que vai me trocar, pensamentos que vêm do nada durante o dia. Mesmo que ela nunca tenha me dado motivos pra isso, eu estou me sentindo assim.
O que faço?
submitted by secretjdr to desabafos [link] [comments]


Sexshop online: Dado erotico cubos do amor light Ela Não Valorizou O Namorado Ate Isso Acontecer  Tente ... Pandora - Cuando Me Enamoro - YouTube Hoje em dia - Dado fala sobre fim do namoro TAG NAMORADOS!!! Pedi minha amiga em namoro e olha o que aconteceu... - YouTube Cuando Me Enamoro - capitulo 182 parte 2 GRAN FINAL - YouTube YouTube

Violência no Namoro - UMAR

  1. Sexshop online: Dado erotico cubos do amor light
  2. Ela Não Valorizou O Namorado Ate Isso Acontecer Tente ...
  3. Pandora - Cuando Me Enamoro - YouTube
  4. Hoje em dia - Dado fala sobre fim do namoro
  5. TAG NAMORADOS!!!
  6. Pedi minha amiga em namoro e olha o que aconteceu... - YouTube
  7. Cuando Me Enamoro - capitulo 182 parte 2 GRAN FINAL - YouTube
  8. YouTube
  9. Dados do Amor

mostra esse canal pra alguem, um dia teremos 10 milhÕes de inscritos!! video comigo no canal do caue: - https://youtu.be/w0w0vtipyzq -----... Pandora - Cuando Me Enamoro ¡Escucha 'Cuando Me Enamoro' del álbum 'Más Pandora Que Nunca' en tu plataforma favorita! iTunes: http://smarturl.it/MasPandoraQu... Cuando Me Enamoro capitulo 182 dado erotico cubos do amor light. This video is unavailable. Watch Queue Queue Como fazer dado com caixas de leite - Duration: 15:50. ... DIY: Bodas de Namoro : Cubos do Amor - Bodas de beijinhos - 1 mês de namoro - Duration: 3:10. Annie Lima 4,048 views. Dado Dorabella fala sobre detalhes do fim de seu namoro Assista esse e outros videos na integra em: http://www.mundorecord.com.br/canais/variedades/hoje-em-dia Inscreva-Se no botão vermelho aí de cima ou aqui em baixo Sou um sonhador me ajude a chega perto desse sonho ? ♥ https://www.youtube.com/redirect?v=uWgHV... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Resumo: O vídeo de hoje fala sobre um casal ele e ela, a namorada nunca valorizou o namorado mas até que a vida lê ensina uma lição, vídeo triste de WhatsApp...